0

Inter bate Ceará e alcança o terceiro lugar no Brasileirão

Time colorado venceu o duelo no Beira-Rio por 1 a 0

23 jul 2018
22h15
atualizado às 22h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com mais dificuldades do que esperava, o Internacional fez a lição de casa na noite desta segunda-feira, no encerramento da 14ª rodada do Brasileirão. Jogando no Beira-Rio, o time gaúcho superou o lanterna Ceará por 1 a 0, aumentou sua invencibilidade para dez jogos e encostou nos líderes da tabela. 

O Inter subiu para o terceiro lugar, agora com 26 pontos. Está atrás somente do líder Flamengo, que tem 30, e do vice-líder São Paulo, com 29. Já o Ceará segue na última posição da classificação, com apenas oito pontos, e uma solitária vitória - se tivesse vencido nesta segunda, deixaria a lanterna.

Em ascensão no campeonato, o Inter parecia que não teria dificuldade para superar o lanterna no primeiro tempo. Dominou o duelo sem sobressaltos, mas pecava na criação. Assim, só cresceu em campo e decidiu o duelo no segundo tempo, após as entradas de D'Alessandro e Leandro Damião. Ambos participaram do lance do único gol da partida. 

O Inter volta a campo já na quinta-feira para enfrentar o América-MG, no Independência, pela 15ª rodada. O Ceará jogará somente no sábado, contra o Fluminense, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, já pela 16ª rodada. O time cearense só jogará pela 15ª no final de agosto.

Pottker comemora gol do Internacional sobre o Ceará
Pottker comemora gol do Internacional sobre o Ceará
Foto: Rodrigo Ziebell / Framephoto / Estadão Conteúdo

O jogo

Ainda sem D'Alessandro e Leandro Damião entre os titulares, o Inter não se intimidou com o frio de 12 graus em Porto Alegre e foi para cima do Ceará. Adiantou a marcação, impôs pressão no modesto rival, que tentava escapar da lanterna, mas errava no passe final. Como resultado, passou os primeiros 30 minutos de jogo sem finalizar a gol. 

Da dupla mais ofensiva, somente Rossi criava algum perigo para a zaga do Ceará. Oscilando entre os dois lados do campo, ele voltava para fazer a ligação entre o meio-campo e o ataque. Já Pottker atuava mais à frente, isolado, sem ser acionado durante todo o primeiro tempo.

Com dificuldades para criar, o Inter passou a reduzir o volume de jogo a partir dos 25 minutos, justamente quando o Ceará parecia mais frágil na defesa, cometendo erros bobos em série. Diante da oportunidade, o visitante tentou ir para cima. Não chegou a causar maiores perigos à defesa gaúcha. Com frequência, parava nas próprias limitações. 

Patrick domina a bola em Inter x Ceará
Patrick domina a bola em Inter x Ceará
Foto: Rodrigo Ziebell / Framephoto / Estadão Conteúdo

Quando o jogo se tornou mais aberto, o Inter passou a causar mais ameaças ao gol do Ceará. Aos 37 minutos, Rossi disparou pela esquerda, entrou na área, cortou os dois marcadores - um deles escorregou sozinho - e encheu o pé. A bola acertou o travessão e saiu. 

No segundo tempo, o Inter repetiu a postura do início do jogo. Impôs marcação alta e passou a pressionar a defesa do Ceará desde os primeiros minutos. Com o passar do tempo, ficava evidente mais uma vez como a equipe sentia falta de um armador. 

Patrick e Nico López não conseguiam municiar o ataque e o técnico Odair Hellmann decidiu colocar D'Alessandro em campo aos 13 minutos. A entrada do argentino deu maior movimentação ao meio-campo, porém as chances ainda eram raras no ataque. Em uma delas, aos 20 minutos. Pottker recebeu pela direita e acionou, pelo meio, Patrick, que chegou batendo longe, para fora.

Lance de Inter x Ceará
Lance de Inter x Ceará
Foto: Raul Pereira / Fotoarena / Estadão Conteúdo

Na sequência, Hellmann deu mais uma cartada. Colocou Leandro Damião aos 23. As apostas deram resultado sete minutos depois. Numa jogada com participação de D'Alessandro e Damião, Pottker mandou para as redes, aos 30, ao aproveitar rebote do goleiro Éverson na pequena área. 

Mais confiante, o Inter partiu para cima em busca do segundo gol. Aos 35, Damião arriscou de longe e Éverson teve trabalho para fazer a defesa. O Ceará tentou reagir nos minutos finais e quase empatou, aos 47, em cabeçada de Arthur, para fora. E teve que aceitar a oitava derrota neste Brasileirão.

Pottker comemora gol do Internacional sobre o Ceará
Pottker comemora gol do Internacional sobre o Ceará
Foto: Rodrigo Ziebell / Framephoto / Estadão Conteúdo

Ficha técnica

INTERNACIONAL 1 x 0 CEARÁ 

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; Zeca, Danilo Silva, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson (Leandro Damião), Patrick, Nico López (Gabriel Dias); Rossi (D'Alessandro) e William Pottker. Técnico: Odair Hellmann.

CEARÁ - Éverson; Arnaldo, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Richardson, Fabinho, Juninho (Éder Luis) e Reina (Calyson); Arthur e Felipe Azevedo (Luidy). Técnico: Lisca.

GOL - Pottker, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Arthur, Richardson, Reina, Rodrigo Dourado, Danilo Silva. 

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ).

RENDA - R$ 569.225,00.

PÚBLICO - 19.277 pagantes (23.595 no total)

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Veja também:

PRIMEIRO TRAILER DE AQUAMAN, TIMES BRASILEIROS EM PES 2019 | IGN Daily Fix

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade