5 eventos ao vivo

Galiotte fala de organizada, áudio de Seraphim e convicção por Mano

26 set 2019
23h09
atualizado às 23h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Com o Palmeiras vindo de cinco vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, Maurício Galiotte passou pela zona de entrevistas do Pacaembu na noite de quinta-feira. Após a goleada sobre o CSA, ele falou sobre as críticas da principal organizada, comentou o áudio vazado de Seraphim del Grande e lembrou a chegada de Mano Menezes.

Insatisfeita com o trabalho do diretor de futebol Alexandre Mattos, a Mancha Alviverde deseja sua sua saída do Palmeiras. Antes dos jogos, a principal organizada se acostumou a hostilizar o diretor e vem apresentando a mensagem "fora Mattos", algo que se repetiu contra o CSA.

"Os torcedores têm direito de se manifestar e respeitamos absolutamente todos: Avanti, família, uniformizado. Só que a gente tem um comando, temos planejamento. Sabemos o que está acontecendo e vamos continuar o trabalho", disse Galiotte, quando questionado sobre as críticas da Mancha a Mattos.

Um dos insatisfeitos com o diretor de futebol era Seraphim Del Grande, presidente do Conselho Deliberativo. Em um recente áudio vazado, ele ainda disse que a contratação de Mano Menezes seria o "enterro" do mandado de Maurício Galiotte, episódio minimizado pelo ocupante do cargo máximo do clube.

"Logo depois do ocorrido, procurei o Seraphim del Grande, que é um amigo. Respeito a opinião dele, mas não posso abrir mão do comando. Nós jantamos e o caso está encerrado. Tínhamos convicção na contratação do Mano, hoje estamos vendo os resultados e a expectativa é que disputemos o título", disse Galiotte.

Com 45 pontos ganhos, três a menos do que o Flamengo, o Palmeiras permanece na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Pela 22ª rodada, o time alviverde volta a campo para enfrentar o Internacional às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Estádio Beira-Rio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade