PUBLICIDADE

Cuca fala em justiça e defende paralisação do Brasileirão

Técnico do líder do Brasileirão, Cuca argumenta que não interrupção vai atrapalhar demais a agenda dos times gaúchos

12 mai 2024 - 21h45
(atualizado em 13/5/2024 às 17h46)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: José Tramontin/Athletico - Legenda: Cuca é o técnico do Athletico-PR, líder do Brasileirão / Jogada10

Mesmo com a liderança do Campeonato Brasileiro, o treinador Cuca falou em justiça e afirmou que é a favor da paralisação da competição. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras neste domingo (12), pela sexta rodada, o técnico afirmou que a não interrupção vai atrapalhar demais a agenda dos times gaúchos.

"Eu sempre tento me colocar no lugar das pessoas. Penso se eu tivesse algum familiar lá, como estaria minha cabeça. Temos que pensar nisso. Os times que estão acumulando jogos para frente, o que vai acontecer com eles? Eles vão chegar e jogar sem treino? Vai estourar jogador. Essa sequência maluca que estão propondo, não permite isonomia, igualdade no campeonato. Na minha opinião, temos que ser justos, temos que parar", comentou Cuca.

Vale lembrar que a paralisação é estudada por conta da tragédia do Rio Grande do Sul, uma forte chuva que fez transbordar rios pela região, deixando mais de 140 vítimas fatais. Além disso, os estádios de Grêmio e Inter estão interditados, e milhares de moradores de Porto Alegre e outras cidades estão ilhados e/ou com severas limitações de  mobilidade. Ainda não há previsão para que o estado volte à normalidade.

Os times do estado estão com jogos adiados, mas os clubes gaúchos pedem que a CBF adie todas as partidas das Séries A, B, C e D, além da Copa do Brasil por pelo menos três semanas. Neste domingo (12), a Confederação Brasileira de Futebol informou que fará um Conselho Técnico Extraordinário para debater a situação no próximo dia 27. Até lá, as competições seguirão sem interrupção, mas com os clubes gaúchos tendo seus compromissos adiados. Vale lembrar que Grêmio, Inter, Juventude e Caxias ainda não jogaram neste mês de maio.

Assim como a CBF, a Conmebol adiou dois jogos da dupla Gre-Nal na Libertadores e na Sul-Americana, respectivamente. No entanto, a entidade remarcou os compromissos para os primeiros dias de junho.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade