2 eventos ao vivo

Botafogo derrota o Avaí e quebra jejum de seis partidas

Equipe carioca chegou aos 19 pontos no Campeonato Brasileiro

4 ago 2019
18h26
atualizado às 18h32
  • separator
  • 0
  • comentários

O Botafogo quebrou uma série de seis partidas sem vitória ao derrotar o Avaí por 2 a 0 em partida disputada na tarde deste domingo, no Campeonato Brasileiro. O resultado fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos 19 pontos ganhos e ocupar a oitava colocação.

O Avaí, ainda sem vencer na competição nacional, é o último colocado com apenas cinco pontos ganhos e já ameaçado de rebaixamento. Os gols do Alvinegro de General Severiano foram marcados por Alex Santana e Marcelo Benevenuto, um em cada tempo.

O Botafogo não precisou fazer uma grande exibição para merecer o resultado. O time dirigido por Eduardo Barroca soube segurar a pressão do Avaí e ter objetividade para marcar os gols que garantiram a sua vitória. O Avaí mostrou muita disposição, mas a limitação técnica da equipe de Santa Catarina impediu que ela conseguisse, afinal, conquistar um bom resultado.

Na próxima rodada, o Botafogo vai receber o Ahtletico PR, no estádio Nilton Santos. O Avaí terá o Cruzeiro pela frente, na Ressacada.

Comemoração do gol de Marcelo Benevenuto, do Botafogo, em partida contra o Avaí, válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis
Comemoração do gol de Marcelo Benevenuto, do Botafogo, em partida contra o Avaí, válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis
Foto: Antônio Carlos Mafalda / Mafalda Press / Estadão

O jogo

Como era de se esperar, o Avaí partiu para o ataque assim que a bola rolou, enquanto o Botafogo, muito recuado, não conseguia chegar no campo de ataque. O time dirigido por Alberto Valentim marcava a saída de bola da equipe carioca que recorria a chutões para tentar chegar ao ataque, sem qualquer sucesso.

Aos sete minutos, o time catarinense concluiu, pela primeira vez, com Pedro Castro que bateu forte e encobriu o travessão defendido por Gatito Fernández.

O Botafogo seguia com dificuldades e não consegua tirar a bola das proximidades da sua área. O time de General Severiano chegou, pela primeira vez, aos 11 minutos em chute forte de Luiz Fernando que obrigou o goleiro Vladimir a uma boa defesa. No minuto seguinte foi a vez do lateral Marcinho arriscar para nova defesa do goleiro da equipe da casa.

Aos 18 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Após boa troca de passes na entrada da área catarinense, Alex Santana bateu forte no canto direito e surpreendeu o goleiro Vladimir.

Depois de sair na frente, o Alvinegro de General Severiano subiu muito de produção. Aos 29  minutos, Diego Souza foi lançado por João Paulo, ganhou de Betão, mas caiu na frente do goleiro Vladimir e pediu a marcação de pênalti, mas a arbitragem considerou que nada aconteceu de irregular.

O Avaí ficou desnorteado com o gol do Botafogo e só conseguiu incomodar Gatito Fernández aos 30 minutos com um chute de Pedro Castro que passou perto do travessão.

Aos 36 minutos, após cobrança de escanteio pela esquerda, a bola acabou sobrando para Rodrigo Pimpão que chutou cruzado, mas Vladimir defendeu sem dificuldades.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o time dirigido por Alberto Valentim ensaiou uma pressão e João Paulo bateu forte da entrada da área e a bola desviou na zaga e saiu para escanteio. Na cobrança, Pedro Castro cabeceou para fora.

O Avaí voltou para o segundo tempo com a entrada do atacante Brenner no lugar do apagado Bruno Sávio. E antes que a mudança fizesse efeito, o Botafogo marcou o segundo gol, aos quatro minutos. Marcinho cobrou falta, do lado esquerdo, e Marcelo Benevenuto se antecipou aos zagueiros catarinenses e cabeceou sem dar qualquer chance de defesa para Vladimir.

Sem outra alternativa, o Avaí tentou se lançar ao ataque para tentar reduzir a vantagem do alvinegro carioca. Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Marquinhos Silva cabeceou com perigo, mas a bola saiu.

Aos 15 minutos, Gabriel derrubou Lorenço na entrada da área. André Moritz bateu, mas a bola desviou na barreira e a zaga botafoguense aliviou o perigo.

Muito cansado, Diego Souza deixou o campo e foi substituído por Victor Rangel. O Avaí seguia pressionando, mas insistia nos cruzamentos, facilitando a tarefa da zaga botafoguense que se mostrava muito firme.

Por volta dos 30 minutos, para tentar segurar a pressão catarinense, o técnico Eduardo Barroca colocou o volante Jean na vaga de Luiz Fernando.

Logo depois, André Moritz  atingiu Rodrigo Pimpão de forma violenta e recebeu cartão vermelho, deixando a equipe da casa. A lesão fez Rodrigo Pimpão deixar o campo, sendo substituído pelo lateral Fernando.

Aos 40 minutos, o Botafogo quase marcou o terceiro gol em chute perigoso de João Paulo que passou perto do travessão de Vladimir. E, nos acréscimos, Jean ainda desperdiçou a chance de marcar o terceiro gol.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 0 X 2 BOTAFOGO

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)

Data: 4 de agosto de 2019 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: Igor Benevenuto(MG)

Cartão amarelo: Igor Fernandes, João Paulo(Av); Gabriel(Bota);

Cartão vermelho: André Moritz

Gols: Alex Santana, aos 18 minutos do primeiro tempo e Marcelo Benevenuto, aos quatro minutos do segundo tempo.

AVAÍ: Vladimir  Léo, Betão, Marquinhos Silva e Igor Fernandes; Pedro Castro(Luan Pereira), Richard Franco(André Moritz), Lourenço, João Paulo e Gustavo Ferrareis; Bruno Sávio(Brenner)

Técnico:: Alberto Valentim

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo  Benevenuto, Gabriel e Gilson; Cícero, Alex Santana, João Paulo e Luiz Fernando(Jean); Rodrigo Pimpão(Fernando) e Diego Souza(Victor Rangel)

Técnico: Eduardo Barroca

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade