PUBLICIDADE

Beckham apoia candidatura de Figo à presidência da Fifa

18 fev 2015 - 16h32
(atualizado às 18h10)
Compartilhar
Exibir comentários
<p>Jogadores foram companheiros de time no Real Madrid</p>
Jogadores foram companheiros de time no Real Madrid
Foto: Peter Nicholls / Reuters

O inglês David Beckham, antigo companheiro de Luís Figo no Real Madrid, declarou nesta quarta-feira apoio à candidatura do português à presidência da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

"Qualquer organização bem-sucedida precisa de gente capacitada, apaixonada e que priorize os torcedores. Por isso, recebo com braços abertos a candidatura do meu amigo Luis", disse ele.

Figo, 42 anos, apresentará na quinta, no Estádio de Wembley, em Londres, o programa de candidatura à presidência da Fifa. As eleições estão programadas para 28 e 29 de maio na Suíça, quando o português concorrerá com outros três candidatos.

No Wembley, o ex-jogador lusitano divulgará um "manifesto" no qual detalhará os planos para "restaurar a credibilidade e reconstruir a confiança" na Fifa, entidade encarregada de comandar o futebol mundial e que engloba 209 federações nacionais.

Figo é um dos quatro candidatos a presidir a autoridade máxima do futebol mundial junto ao atual presidente, o suíço Joseph Blatter; o príncipe jordaniano Ali Bin al-Hussein, vice-presidente da Fifa e membro do comitê executivo; e o presidente da Federação Holandesa (KNVB), Michael van Praag.

"A única que vai se beneficiar de ter esta variedade de candidatos é a Fifa. É bom ver gente concorrendo ao cargo. Desejo a melhor das sortes a Luis e ao restante dos candidatos", disse Beckham. O técnico do Chelsea, o também português José Mourinho, já demonstrou apoio ao compatriota em janeiro e disse que Figo seria "um presidente focado no futebol e em sua melhoria".

"A candidatura de Figo é um passo à frente para o futebol. Sua grande carreira garante um futuro melhor para a Fifa. Acredito plenamente em seu caráter, em sua determinação e em sua paixão pelo esporte. Será um presidente focado no futebol e em sua melhoria", afirmou Mourinho.

EFE   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade