0

Ampla desigualdade marca desenvolvimento do futebol nacional

23 mai 2020
08h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O futebol é sem dúvidas o esporte mais popular no Brasil. Ao redor do país, milhões de pessoas dedicam seu tempo a assistir a partidas e torcer para seus respectivos times do coração. Contudo, são poucos aqueles que tem a oportunidade de acompanhar um clube profissional fundado em seu município.

Dados da Pluri Consultoria evidenciam como o desenvolvimento do futebol é bastante desigual ao longo do território nacional. Segundo a empresa, apenas 422 cidades apresentaram alguma equipe profissional atuando no ano de 2019, o que representa 7,6% do total no Brasil.

Tais informações mostram como há um grande número de cidades no Brasil que, por estarem afastadas dos principais centros econômicos, acabam tendo seu potencial esportivo pouco explorado, o que leva a população a procurar partidas de outras regiões ou optar por formas distintas de entretenimento.

Além disso, deixam explícito como o principal esporte do país desperdiça chances de se desenvolver em larga escala e revelar craques espalhados pelo extenso território nacional. Assim, o processo de profissionalização acaba sendo bastante limitado, deixando o Brasil mais distante de se transformar em uma indústria de futebol relevante em âmbito mundial.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade