4 eventos ao vivo

Números da Copa preveem grandes duelos nas quartas de final

4 jul 2014
07h57
atualizado às 07h58
  • separator
  • 0
  • comentários

O que esperar das quartas de final da Copa do Mundo? Os números e estatísticas podem dar uma boa dica de como vão ser cada um dos jogos que vão decidir os semifinaistas da Copa do Mundo. Como disse o nigeriano Oliseh, do Grupo de Estudos Técnicos da Fifa, nessa Copa do mundo ninguém quer ficar atrás, todo mundo quer atacar, o que deve-se ter são jogos para lá de animados.

<p>Colombiano James Rodríguez é o artilheiro da Copa</p>
Colombiano James Rodríguez é o artilheiro da Copa
Foto: Getty Images

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Para esta sexta-feira podemos esperar muitos gols. França e Alemanha marcaram juntos 19 gols, os mesmos de Brasil e Colombia, sendo que França fez um gol a mais que Alemanha (10 contra 9), e a Colômbia fez três a mais que Brasil (11 contra 8) e tem ainda o artilheiro da competição, James Rodriguez, com cinco gols (Neymar tem quatro). O problema é que a Colômbia não faz um gol no Brasil em território brasileiro desde 1995.

A Colômbia foi o time que mais usou jogadores até aqui: 21. Apenas o terceiro goleiro e um jogador lesionado ainda não atuaram no time de Pekeman. O Brasil usou 17 dos 23, o que pode significar que Colômbia vá estar mais descansada em Fortaleza. Até porque resolveu seu jogo de oitavas no tempo normal, enquanto o Brasil foi até a decisão por pênaltis com o Chile. Já Alemanha e França estão parecidos em números de jogadores já utilizados: 19 dos franceses contra 17 dos alemães.

No campo disciplinar, Brasil é o time mais indisciplinado da sexta-feira e das quartas de final: oito cartões amarelos (dois de Luiz Gustavo, que não enfrenta a Colômbia), contra cinco da França, três da Colômbia e apenas dois dos alemães.

Para sábado é possível ver que a Holanda fez mais que o dobro de gols dos costa-riquenhos: 12 contra 5. E os gols holandeses são distribuídos entre sete jogadores, enquanto os gols da Costa Rica estão concentrados em quatro jogadores apenas. Já Argentina e Bélgica devem fazer um jogo com poucos gols. Os argentinos balançaram as redes apenas sete vezes, sendo que Messi tem mais da metade desses gols: quatro. Já os belgas chegam a essa fase com o mesmo número de gols que a Costa Rica, seis.

Holanda e Bélgica já usaram 20 jogadores que trouxeram ao mundial, enquanto a Costa Rica apenas dezessete a Argentina. Na disciplina os times de sábado estão muito parecidos. A Costa Rica é que levou mais cartões, seis, sendo que um vermelho. Holanda e Bélgica cinco amarelos e a Argentina quatro, sendo que dois para o mesmo jogador, o lateral Rojo, que não enfrenta a Bélgica.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade