PUBLICIDADE
Logo do Fortaleza

Fortaleza

Favoritar Time

Buscando classificação, Fortaleza enfrenta o Nacional de Potosí na altitude

Fortaleza jogará a mais de 3900 m de altitude contra o Nacional de Potosí nesta quarta-feira (8), em busca da classificação na Copa Sul-Americana.

8 mai 2024 - 08h06
(atualizado às 08h06)
Compartilhar
Exibir comentários
Fortaleza chegando à Bolívia.
Fortaleza chegando à Bolívia.
Foto: Matheus Lotif/Fortaleza / Esporte News Mundo

O Fortaleza viaja até a Bolívia, para enfrentar o Nacional Potosí nesta quarta-feira (8) no Estádio Víctor Ugarte, em Potosí, o confronto é válido pela quarta rodada da Copa Sul-Americana, as equipes estão no grupo D da competição, e a partida acontece às 21h (horário de Brasília).

Mirando a classificação, o Leão do Pici chega ao confronto como favorito, embalado de onze jogos sem derrota e com 100% de aproveitamento em três jogos na competição continental, sendo o líder do grupo. Em caso de vitória, independente do resultado do jogo entre Sportivo Trinidense (PAR) x Boca Juniors (ARG), o Tricolor de Aço se classifica para a fase mata-mata da Copa Sul-Americana.

+ Para saber tudo sobre o Fortaleza, siga Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Apesar do bom momento, a equipe brasileira precisa se cuidar com um fator chave: a altitude. A casa do Nacional Potosí fica a 3.960 metros acima do nível do mar, sendo o terceiro colocado entre os estádios de futebol com maior altitude no mundo, além de ser a primeira vez em que o Fortaleza jogará nessas condições em sua história. O Leão já divulgou que fará uma logística especial para o confronto.

Com certeza o clube boliviano usará a altitude a seu favor, porque foi onde o La Banda Roja (como é conhecido o Nacional de Potosí) conquistou o seu único ponto na competição.

Diante do Boca Juniors, o Nacional fez um jogo equilibrado, e empatou em 0 a 0, porém contou com um pênalti perdido de Darío Benedetto, que poderia ter dado a vitória ao rival argentino.

O mal momento vivido pela equipe boliviana também reflete na competição nacional: foi eliminado nas quartas de final do Torneio Abertura pelo Universitario de Vinto e não sabe o que é vencer há seis partidas, tendo cinco derrotas e um empate desde que venceu o Royal Pari por 2 a 0 no Campeonato Boliviano.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade