PUBLICIDADE
Logo do Fluminense

Fluminense

Favoritar Time

Em súmula, Daronco justifica expulsão de Diniz contra o São Paulo

Árbitro relata que técnico xingou o atacante Luciano durante a discussão ao fim do primeiro tempo do duelo no MorumBIS

14 mai 2024 - 10h45
Compartilhar
Exibir comentários
-
-
Foto: Lucas Merçon/Fluminense - Legenda: Fernando Diniz alegou que não entendeu a expulsão após discussão com Luciano / Jogada10

O Fluminense perdeu por 2 a 1 para o São Paulo pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro e confirmou a entrada na zona de rebaixamento. Assim, no fim do primeiro tempo, um lance gerou uma discussão entre o treinador Fernando Diniz, da equipe carioca, e o atacante Luciano, do Tricolor Paulista.

Após o zagueiro Manoel sentir um incômodo e cair no gramado, o jogador dos donos da casa tentou cobrar de forma rápida o lateral, o que deixou o comandante irritado. Vale lembrar que ambos têm uma relação antiga, desde quando o camisa 10 atuava pelo time de Laranjeiras.

A partir disso, iniciou-se uma discussão generalizada, que pausou a partida por alguns minutos. Diante disso, o árbitro Anderson Daronco deu cartão amarelo para o atacante e expulsou o treinador. Na súmula, o profissional justificou a relatar que o técnico xingou o adversário: "vai tomar n…"

Críticas do treinador

Na coletiva de imprensa, Diniz minimizou problemas com Luciano, mas fez questão de criticar o árbitro Anderson Daronco. Além disso, reiterou que não entendeu o motivo da expulsão e que apenas reclamou sobre algo que está na regra.

"Não vou comentar o que o Luciano falou. Todo mundo sabe no futebol que xingar é do jogo. Todo jogo tem isso. No meio do futebol, é uma linguagem comum. Nunca vi alguém ser expulso por falar palavrão. Foi o que ele (Daronco) falou. Não tem critério. Não estou julgando sobre ele não ter expulsado ninguém do São Paulo, porque não tem que expulsar mesmo por palavrão", disse Diniz.

"Sinceramente, não entendi a expulsão. Para mim, deveria ser amarelo. É algo inédito. Sobre o lance, claramente o Manoel sentiu a coxa e pôs a bola para fora. A coisa que era legal, que está na regra, mas era totalmente não legitima o Luciano cobrar o lateral da forma que ia cobrar", afirmou.

Por fim, o Fluminense volta a campo na próxima quinta-feira (16), às 19h (de Brasília), contra o Cerro Porteño pela Libertadores, no Maracanã. Com oito pontos, o time pode carimbar a vaga nas oitavas de finais do torneio já nesta rodada.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade