PUBLICIDADE
Logo do Fluminense

Fluminense

Favoritar Time

Diniz admite mesclar time pensando no Mundial mas prega respeito pelo Brasileirão

Treinador também falou sobre a comemoração do título da Libertadores neste domingo avaliou a atuação do Fluminense no clássico

11 nov 2023 - 22h19
(atualizado às 22h19)
Compartilhar
Exibir comentários
Fernando Diniz em coletiva pós fla flu
Fernando Diniz em coletiva pós fla flu
Foto: Esporte News Mundo

Treinador também falou sobre a comemoração do título da Libertadores neste domingo avaliou a atuação do Fluminense no clássico

Campeão da América, o Fluminense empatou com o Flamengo neste sábado em jogo de céu e inferno. Se fez um primeiro tempo muito ruim, no segundo mostrou a força do time que hoje é dono da Libertadores e mereceu inclusive virar a partida, é o que comentou Fernando Diniz na coletiva pós jogo.

- O resultado de empate foi justo pelo o que o Fluminense apresentou. Não foi um jogo que eu gostei plenamente porque no primeiro tempo o Flamengo foi melhor que a gente. Não gostei da primeira parte. Era para a gente ter jogado melhor no primeiro tempo e não conseguimos. Mas gostei muito da postura no segundo tempo.

Fugindo do tema do clássico, Diniz foi perguntado sobre a comemoração dos jogadores no trio elétrico que passeará pelo centro do Rio de Janeiro neste domingo, e bem humorado , disse que está tudo bem até se "passar da linha", mas também afirmou que o Fluminense leva o fim de campeonato com seriedade.

- Amanhã (domingo), se passar da linha, tudo bem. Eu vou comemorar muito. A gente conseguiu e o time está de parabéns. Historicamente, depois que os times ganham a Libertadores, acontece o oposto do que está acontecendo com o Fluminense. De entrar com seriedade. Dou parabéns aos jogadores. Pegamos dois adversários duros. O Internacional que é muito bem treinado e o Flamengo, uma potência financeira do continente.

O treinador do Fluminense também foi questionado sobre o momento que vive André e a iminente saída do jogador, já que será praticamente impossível que o Fluminense segure o volante para a temporada de 2024.

- O André é o jogador que tem mais condições de brilhar na Europa. Vai brilhar bastante e quando voltar vai ser para encerrar a carreira. Vou sentir muita falta dele. Ele teve uma importância vital. Tivemos conexão desde o primeiro instante. Em 98% dos jogos que jogou comigo, teve um nível muito alto. Ele é um jogador extremamente raro que temos no futebol brasileiro. Soubemos usar até onde deu, acredito que é quase impossível ele permanecer. Torcemos para ele ir para o melhor destino (na Europa) e ele vai ter uma carreira brilhante.

Confira outros pontos abordados por Diniz na coletiva pós jogo:

Vídeo viralizado de Arias agradecendo à psicóloga do Fluminense

- Foi um trabalho de muitas mãos. O estafe do Fluminense é extremamente competente. Liderado pelo Paulo Angioni. O trabalho da Emily, da Renata, do departamento médico… O grande mérito do Fluminense é o trabalho das pessoas no clube. Facilita a ter harmonia e obter o melhor rendimento.

Gol de Yony González

- Fiquei muito feliz do Yony González ter feito o gol. Acho que não foi nada muito importante. Ele até tentou continuar na partida. Foi no músculo posterior da coxa. Espero que seja algo leve e ele consiga recuperar rapidamente.

Levar o Brasileirão a sério mesmo após conquista da Libertadores

- Vamos pensar no que é importante com o Fluminense. Se precisar mexer no time, pensando no Mundial, vamos fazer isso. Mas a gente vai respeitar a competição até o final. Ser um fiel da balança, não passa na cabeça. O que passa é jogar com o máximo de seriedade possível e pensar nas coisas do Fluminense.

Posicionamento de Marcelo e ideias de jogo entre o primeiro e segundo tempo

- - Marcelo jogou mais por dentro do que estava jogando habitualmente. O time, como um todo, não estava conseguindo se impor no primeiro tempo. As mudanças, no segundo tempo, surtiram efeito. O time tem jogado de maneira variada. Temos outras maneiras de jogar. Se jogar da mesma maneira, acaba facilitando para o adversário. Fizemos boas jogadas pelo meio. Depois, começamos a circular mais a bola. O Yony teve mais presença de área. Depois que o Lelê entrou, usamos mais as bolas longas. Hoje jogamos de maneira variada. Isso mostra maturidade do time desse efeito acumulativo de um ano e meio de trabalho.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade