PUBLICIDADE
Logo do Flamengo

Flamengo

Favoritar Time

Pedro sofreu corte na boca após levar soco de preparador físico do Flamengo, diz delegado

Atletas do Flamengo confirmam agressão em testemunho à Polícia Civil; clube não se manifestou sobre o caso

30 jul 2023 - 10h26
(atualizado às 10h39)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução: redes sociais

O atacante Pedro, do Flamengo, teve um corte na boca depois de ter levado um soco de preparador físico do clube, Pablo Fernandez. O delegado da Polícia Civil Marcos Pimenta confirmou que o jogador foi até o Instituto Médico Legal (IML) para fazer averiguar a lesão.

Os jogadores Cebolinha, Thiago Maia e Pablo e o coordenador Gabriel Andreata, que acompanharam Pedro na delegacia, confirmaram a agressão. O clube ainda não se manifestou sobre o caso. Fernandez foi ouvido na delegacia e liberado.

"Não houve gravidades no atacante. Aparentemente, um pequeno corte na boca, mas que será averiguado. Todos (os atletas) foram uníssonos em afirmar que Pedro foi agredido com um soco na boca logo após uma discussão motivada pelo não aquecimento no jogo entre Atlético-MG e Flamengo.", explicou o delegado.

Nas redes sociais, Pedro havia falado sobre violência psicológica por parte do preparador. Segundo o delegado, porém, o depoimento do atacante cobriu apenas a agressão física. Ainda conforme Pimenta, não há mandado de prisão contra Fernandez, nem pedida a prisão cautelar.

"Não há prisão em princípio. E a pena conferida nesse tipo de delito é de multa, não é necessária nem a prisão. Vamos condensar todas as oitivas e encaminharemos ao Poder Judiciário", explica o delegado. Fernandez estava tranquilo durante o depoimento e já acompanhado de um advogado.

Em nota a Polícia Civil de Minas Gerais, confirma que Fernandez foi liberado após o depoimento. Ele assumiu o compromisso de comparecer à audiência perante o Juizado Especial Criminal para as medidas legais cabíveis.

O jogador agredido saiu da Arena Independência, onde ocorreu o jogo, para uma delegacia de Belo Horizonte junto do vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz.

Em publicação de Pedro no Instagram, os jogadores Arturo Vidal e Marinho, que recentemente deixaram o Flamengo por problemas com o técnico Jorge Sampaoli, comentaram em apoio ao jogador.

"Estamos juntos hermano", disse Vidal. Na coletiva de imprensa de Sampaoli, o assunto foi sumariamente ignorando.

Reserva incômoda

Em seu texto, Pedro também reclama da falta de minutagem sob o comando de Jorge Sampaoli. Desde a estreia do treinador argentino, em 19 de abril, o centroavante passou a ganhar menos oportunidades, especialmente após a recuperação de Bruno Henrique.

Dos 23 jogos de Sampaoli no Flamengo, Pedro participou de 20, sendo substituído por oito vezes e saindo do banco em outras cinco oportunidades.

Em três partidas, incluindo o duelo com o Atlético-MG, o jogador não foi utilizado pelo treinador argentino. Pedro jogo os 90 minutos em apenas sete partidas e marcou 11 gols e deu uma assistência.

Nota da Polícia Civil de Minas Gerais

Sobre a ocorrência de lesão corporal registrada nesta madrugada (30/7), ocorrida em um estádio de futebol, na capital, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa os envolvidos foram encaminhados e ouvidos por meio da Central Estadual do Plantão Digital.

A vítima, de 26 anos, foi encaminhada ao Instituto Médico-Legal André Roquete (IMLAR) para realizar o exame de corpo de delito, onde foram constatadas lesões leves no rosto e na boca.

Após as procedimentos de polícia judiciária, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), em que o envolvido, de 54 anos, assumiu o compromisso de comparecer à audiência perante o Juizado Especial Criminal para as medidas legais cabíveis, conforme previsão legal, foi liberado.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade