PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Números mostram a importância de Arrascaeta na Libertadores

Meia ficou fora das últimas quatro partidas do Flamengo por causa de uma lesão e deve retornar para a semifinal

28 set 2021 06h33
| atualizado às 07h28
ver comentários
Publicidade
Arrascaeta está à disposição do técnico Renato Gaúcho para a partida (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Arrascaeta está à disposição do técnico Renato Gaúcho para a partida (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Foto: Lance!

O Flamengo terá um reforço importante para o jogo da volta da semifinal da Libertadores nesta quarta-feira, às 21h30, contra o Barcelona de Guayaquil, no Estádio Monumental. Isso porque Arrascaeta se recuperou de uma lesão, viajou com o grupo e está à disposição do técnico Renato Gaúcho. Na competição continental, vale destacar, os números do meio-campista se sobressaem, o que mostra como ele pode ser decisivo para que o Fla carimbe a vaga na decisão.

ATAQUE

Segundo o site "FootStats", Arrascaeta é o jogador do time com mais passes para finalização nesta edição da Libertadores, com 17. Em comparação com os demais jogadores da competição, ele fica atrás apenas de Nacho Fernández, do Atlético-MG, que já soma 19.

Além disso, ele já contribuiu na competição com quatro gols feitos e cinco assistências. Dessa forma, fica claro que o meia teve participação direta em nove dos 30 gols marcados pelo Flamengo na Libertadores. Assim, pode se afirmar que Arrascaeta participou de quase um terço dos gols do time na competição continental.

DEFESA

A contribuição do uruguaio, contudo, não se limita apenas ao sistema ofensivo. Ainda conforme dados do "FootStats", Arrascaeta é o segundo jogador do Flamengo com mais interceptações na Liberadores, com quatro. Ele fica atrás apenas de Gustavo Henrique, que tem cinco.

O uruguaio também se destaca nos desarmes. Até aqui, ao lado de Isla, Arrascaeta tem a quarta melhor marca do time, com 12. O que também chama a atenção é que, mesmo sendo ativo no sistema defensivo, o meio-campista comete poucas faltas. Nas dez partidas que disputou na Libertadores, foram apenas seis infrações cometidas, o que mostra uma média de menos de uma falta por jogo.

PERÍODO FORA

Vale lembrar que o camisa 14 se lesionou na partida contra o Palmeiras, no Allianz Parque, válida pela 20ª rodada do Brasileirão. Arrascaeta sentiu dores na região posterior da coxa esquerda e precisou ser substituído ainda no primeiro tempo. No dia seguinte, um exame constatou estiramento na região posterior da coxa esquerda do meio-campista.

Dessa forma, o uruguaio perdeu os últimos quatro jogos do Rubro-Negro para tratar da lesão e se recuperar a tempo do duelo contra o Barcelona. Na última quinta-feira, o meia já treinava com bola no CT, mas não viajou com o grupo para Belo Horizonte, onde o Flamengo enfrentou o América-MG, justamente porque estava sendo preparado para a semifinal da Libertadores.

Lance!
Publicidade
Publicidade