PUBLICIDADE
Logo do Flamengo

Flamengo

Favoritar Time

Motor do time e versatilidade: como De La Cruz pode atuar pelo Flamengo em 2024

Meia chega para qualificar elenco, aumentar a concorrência e tirar vários atletas da zona de conforto na próxima temporada

20 dez 2023 - 07h32
Compartilhar
Exibir comentários
-
-
Foto: Divulgação/River Plate - Legenda: De La Cruz chega para ser o principal reforço do Flamengo para a próxima temporada / Jogada10

Principal alvo para a próxima temporada, De La Cruz acertou as bases salariais para ser novo reforço do Flamengo para 2024. O jogador é um dos principais destaques do River Plate nos últimos anos e é esperado para se apresentar ao elenco a partir do dia 8 de janeiro no Ninho do Urubu. Nesse sentido, muitos torcedores se perguntam como o uruguaio irá se encaixar no elenco comandado por Tite e em que faixa atua no campo.

Por outro lado, para que o clube carioca faça o anúncio oficial ainda precisa aparar algumas arestas financeiras e burocráticas nas próximas semanas. Dessa forma, ainda é necessário fazer a transferência de US$ 16 milhões (R$ 79 milhões) da multa rescisória do contrato do uruguaio junto ao clube argentino e, enfim, confirmar a contratação.

Versatilidade e recurso técnico

Um dos pontos positivos do atleta é a sua versatilidade, já que pode atuar em diferentes posições do meio de campo. Com a camisa da equipe argentina, tem exercido a função de segundo homem do setor, dando dinâmica e qualidade de passe nas transições ofensivas. Tem qualidade de passe para quebrar linhas, de forma vertical, sempre buscando o caminho do gol.

Outro fator essencial para obter destaque é a sua movimentação. Atua como um 'motorzinho', sempre buscando o espaço vazio e dando opção de passe para tabelas e a construção de jogadas vindo de trás. Será importante para auxiliar Arrascaeta na construção, já que tem uma visão de jogo apurada para encontrar os companheiros e utilizar ambas as pernas sem qualquer queda de  recurso técnico.

Caso o Flamengo tenha desfalques, também pode atuar mais adiantado, próximo do gol. Ali, como terceiro ou até quarto homem do meio de campo, consegue se infiltrar e pisar mais na área, aparecendo como opção de passe. Faz a leitura e movimento para novamente aparecer no espaço vazio ou até mesmo ficar no rebote para buscar uma finalização.

Antecipação e motor do time

O jogador também exerce uma função fundamental no sistema defensivo, auxiliando na marcação. De La Cruz é exímio nas antecipações e contribuiu na pressão pós-perda para sufocar o adversário e roubar a bola. A boa capacidade de leitura de jogo faz com que ele dispute a bola e identifique a movimentação do adversário.

Além disso, não só atrás, na proteção à sua própria defesa, como também em um estilo de pressão alta, auxilia diretamente na marcação. Consegue forçar o erro do adversário na saída de bola para distribuir e municiar os atacantes. Pode trabalhar ora por dentro, ora por alguns dos lados do campo, o que novamente evidencia a polivalência no setor de meio de campo.

Por fim, De La Cruz traz uma gama de possibilidades para que Tite escale o Flamengo em 2024. Seja no lugar de Gerson em uma esquema 4-1-4-1 ou mais aberto no lado direito na vaga de Luiz Araújo, o uruguaio chega para ser a referência técnica ao lado do compatriota Arrascaeta. Aumenta a concorrência do elenco e tira vários atletas da zona de conforto, com a meritocracia utilizada pelo gaúcho desde que chegou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade