PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Flamengo vence a Católica e garante vaga nas oitavas da Libertadores

Flamengo mantém invencibilidade na Libertadores e confirma primeiro lugar do Grupo H com vitória fácil sobre a Universidad Católica

17 mai 2022 23h34
| atualizado às 23h43
ver comentários
Publicidade
Flamengo venceu a Universidad Católica e avançou na Libertadores com antecedência (Foto: Gilvan de Souza/CRF)
Flamengo venceu a Universidad Católica e avançou na Libertadores com antecedência (Foto: Gilvan de Souza/CRF)
Foto: Lance!

O Flamengo entrou em campo pressionado pelos resultados recentes e encarou as cobranças da torcida, mas não teve dificuldades para vencer a Universidad Católica (CHI), nesta terça-feira no Maracanã, por 3 a 0. Os gols de Arão, Everton Ribeiro e Pedro garantiram a classificação antecipada do time às oitavas de final da Libertadores.

Com 13 pontos em cinco rodadas, o Flamengo já garantiu a primeira posição da chave e, agora, recebe o Sporting Cristal (PER), no dia 24, para confirmar-se como um dos times de melhor campanha na fase de grupos. A Católica, com o revés, não tem mais chances de avançar.

 

RESPOSTA RÁPIDA DA EQUIPE DE PAULO SOUSA

Cobrado pela torcida antes da bola rolar, o Flamengo logo deu a resposta desejada em campo: posse de bola, ocupação do campo ofensivo e chances criadas. Gabigol, que vinha participando pouco dos últimos jogos, perdeu grande oportunidade aos quatro minutos.

Na sequência, Arrascaeta cobrou escanteio e Willian Arão marcou de cabeça: 1 a 0 aos seis minutos. A comemoração foi com todo o time correndo em direção aos reservas e abraçando a comissão técnica.

EVERTON RIBEIRO AMPLIA EM GOLAÇO COLETIVO

Diante da fragilidade da Católica - que só chutou uma vez na primeira etapa -, o Fla continuou em cima e não ampliou antes dos 30 pois as finalizações de Gabi, Andreas e Bruno Henrique não foram precisas.

Porém, aos 38, Everton Ribeiro apareceu na área para completar uma jogada com a cara do "antigo" Flamengo. A bola passou por Arrasca, Matheuzinho e Gabi até BH escorar, de cabeça, para o capitão: 2 a 0.

FLAMENGO CONTROLA, E PEDRO MARCA NO FIM!

Com o placar encaminhado, o Flamengo não voltou do intervalo com a mesma intensidade. O time, já nos últimos jogos, tem demonstrado desgaste, e foi assim mais uma vez. Apesar do time chileno ter maior posse de bola, a meta do goleiro Hugo Souza raramente foi exigida.

Por outro lado, Gabi quase marcou em grande lance Matheuzinho, antes de ambos serem substituídos por Pedro e Rodinei, aos 24. No mesmo momento, Bruno Henrique, que não conseguiu dar sequência em várias jogadas, foi sacado para a entrada de Lázaro.

As mudanças deram novo gás ao time de Paulo Sousa, enquanto a Católica não conseguiu manter o ritmo. Em grande noite, Everton Ribeiro ainda deixou Arrascaeta e Pedro em condições de ampliar, mas os dois perderam grandes oportunidades. O atacante, aos 44, criou outra chance em jogada individual, ao driblar defensor rival. A finalização forte, de esquerda, estufou a rede de Pérez: 3 a 0 e festa!

FICHA-TÉNICA

FLAMENGO 3X0 UNIVERSIDAD CATÓLICA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data/Horário: 17/5/2022, às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Jhon Ospina (COL)

Auxiliares: Dionisio Ruiz (COL) e Richard Ortiz (COL)

Renda/Público: R$ 2.493.062,50 / 40.007 pagantes / 43.532 presentes

Gols: Willian Arão (1-0, 6'/1ºT), Everton Ribeiro (2-0, 38'/1ºT) e Pedro (3-0, 44'/2ºT)

Cartão amarelo: Andreas Pereira, Matheuzinho e Willian Arão (FLA); Astudillo, Gutiérrez e Gonzalo Tapia (UNI)

Cartão vermelho: Não houve.

FLAMENGO (Técnico: Paulo Sousa)

Hugo Souza; Matheuzinho .(Rodinei, 24'/2ºT), Rodrigo Caio, Pablo e Ayrton Lucas; Willian Arão, Andreas Pereira (João Gomes, 32'/2ºT), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Victor Hugo, 39'/2ºT); Bruno Henrique (Lázaro, 24'/2ºT) e Gabi (Pedro, 24'/2ºT)

UNIVERSIDAD CATÓLICA (Técnico: Rodrigo Valenzuela)

Pérez; Astudillo (Rebolledo, Intervalo), Astaburuaga, Paz (Gonzalo Tapia, 9'/2ºT), Parot e Cuevas; Fuenzalida, Saavedra e Gutiérrez; Valencia e Zampedri.

Lance!
Publicidade
Publicidade