PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Flamengo é condenado na Justiça a pagar dívida a Everton; veja detalhes

Meia deixou o clube rubro-negro em 2018 e cobrava R$ 4.487.922,18 no processo

8 jun 2021 18h36
ver comentários
Publicidade

O Flamengo sofreu uma derrota na Justiça. Nesta terça-feira, a 22ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro condenou o clube em processo movido pelo meia Everton Cardoso, hoje no Grêmio. O Rubro-Negro, dessa forma, terá que pagar ao atleta o valor de R$ 600 mil. A informação foi divulgada pelo jornalista David Nascimento, do portal "Esporte News Mundo".

Everton deixou o Flamengo em 2018 (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Everton deixou o Flamengo em 2018 (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Foto: Lance!

Originalmente, Everton cobrava R$ 4.487.922,18 do Flamengo por diferenças de 13º salário, férias acrescidas de 1/3, FGTS e descanso semanal remunerado. O juiz Leonardo Campos Mutti, no entanto, acolheu o pedido de prescrição do primeiro contrato e julgou apenas os pedidos relacionados ao segundo contrato de Everton com o Rubro-Negro.

Na decisão do magistrado, o Flamengo foi condenado ao pagamento dos reflexos dos valores recebidos por Everton a título "bichos" e "luvas" sobre o repouso semanal remunerado. O juiz também apontou que o atleta não recebia folga em semanas com dois jogos, além de não receber folga compensatório por feriados trabalhados.

Outro ponto em que o Flamengo foi condenado na sentença é em relação ao atraso no pagamento das férias entre as temporadas 2017 e 2018.

Aos 32 anos e atualmente no Grêmio, Everton defendeu o Flamengo em duas passagens: a primeira entre 2008 e 2009 e a segunda entre 2014 e 2018. No total, o meia vestiu a camisa rubro-negra em 265 partidas e marcou 39 gols.

Lance!
Publicidade
Publicidade