0

Fla, com Jorge Jesus, tem aproveitamento de 93,3% em 2020

9 mar 2020
14h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Andre Melo Andrade/Myphoto Press / Estadão

A vitória com folga sobre o Botafogo, por 3 a 0, sábado, no Maracanã, elevou o percentual de aproveitamento do Flamengo na temporada para 93,3%, considerando-se os jogos dirigidos pelo técnico Jorge Jesus. Foram dez ao todo até o momento, com nove triunfos e um empate.

Se todas essas partidas valessem três pontos, isso significaria dizer que o Flamengo obteve 28 pontos em 30 disputados.

A Confederação Sul-Americana previa em seu regulamento que o vencedor de cada jogo da final da Recopa, entre Flamengo e Independiente del Valle, ganharia três pontos – o Fla derrotou o adversário no Rio e empatou no Equador, portanto somou aí quatro pontos.

Mas a CBF não estabeleceu esse item no regulamento da Supercopa, por se tratar de um jogo único para decidir o título – o Fla foi campeão ao vencer o Athletico-PR por 3 a 0, em Brasília.

Seis partidas dessa invencibilidade de Jorge Jesus se deram no Carioca. Além da vitória sobre o Botafogo, o Flamengo passou por Resende, Madureira, Fluminense (na semifinal da Taça Guanabara), Boavista (na decisão do título da TG, o primeiro turno da competição) e Cabofriense, na rodada inicial do returno.

Para efeito da classificação geral do campeonato, as vitórias sobre Fluminense, na semifinal da TG, e Boavista, na final do turno, também não somaram pontos para o Flamengo.

Ao contrário do resultado obtido no meio da semana passada, quando superou o Junior Barranquilla, por 2 a 1, na Colômbia, pela Libertadores, e assim alcançou três pontos pelo Grupo A do torneio continental.

Jorge Jesus, depois das férias, só voltou a dirigir o Flamengo na quinta rodada do Carioca. Até então, o time sub-20 era que vinha representando o clube na competição, com o técnico da base, Maurício Souza à beira do campo.

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade