PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Após novos desfalques por causa da Covid-19, veja opções para Dorival escalar o Flamengo na Libertadores

O Flamengo já tinha duas baixas confirmadas para enfrentar o Tolima, pela Libertadores; por causa do surto de Covid-19 no clube, o número de desfalques subiu para dez jogadores

28 jun 2022 - 06h59
(atualizado às 11h31)
Ver comentários

O Flamengo tem uma longa lista de desfalques para enfrentar o Tolima no Estádio Manuel Murillo Toro, às 21h30 desta quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. No total, são dez jogadores de fora: sete testaram positivo para a Covid-19, um está suspenso e dois estão lesionado. Por isso, o LANCE! mostra as possibilidades de Dorival para escalar o Fla posição a posição.

Dorival Júnior durante o jogo contra o América-MG (Foto: Daniel Teobaldo/LANCEPRESS!)
Dorival Júnior durante o jogo contra o América-MG (Foto: Daniel Teobaldo/LANCEPRESS!)
Foto: Lance!

OS DESFALQUES

Inicialmente, cabe destacar quem está de fora. A primeira baixa confirmada foi João Gomes, que recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo da última rodada da fase de grupos. Ele, portanto, cumpre suspensão na primeira partida contra o Tolima.

Na sequência veio a confirmação da ausência de Bruno Henrique. O atacante sofreu uma lesão multiligamentar no joelho direito, passou por cirurgia e só volta a atuar em 2023. Ele já recebeu alta do hospital e começará a fisioterapia no Ninho do Urubu no dia 4 de julho.

As demais baixas aconteceram na última segunda-feira. Isso porque Diego Alves, Matheus Cunha, Kauã (goleiros), Fabrício Bruno (zagueiros), Willian Arão, Daniel Cabral e Matheus França (meias) testaram positivo para a Covid-19 e não viajaram com o grupo para a Colômbia.

Rodrigo Caio também ficou fora da viagem, por conta de uma tendinite da pata de ganso do joelho esquerdo. O zagueiro seguirá no Rio de Janeiro, tratando no CT do Ninho do Urubu.

AS OPÇÕES

Goleiros:

No gol, só há duas possibilidades: Santos ou Hugo. A tendência, então, é de que o primeiro seja o titular. Na ausência de Diego Alves, que ficou de fora do jogo contra o América-MG por causa de desgaste, Santos ganhou oportunidade entre os titulares. Ele, aliás, foi um dos melhores em campo naquela noite.

Zagueiros:

Aqui, a boa notícia fica por conta da volta de David Luiz, que se recuperou de um edema, como informou o "ge" primeiramente. Dessa forma, ele pode ser o escolhido para fazer fazer dupla de zaga com Pablo. Por outro lado, Léo Pereira e Gustavo Henrique tiveram uma atuação segura contra o América-MG e, assim, podem ser os escolhidos caso o camisa 23 ainda não esteja 100%.

Laterais:

Nesta posição, Matheuzinho, Rodinei, Ayrton Lucas e Filipe Luís estão à disposição de Dorival Júnior. Todos já ganharam oportunidades com o treinador no time titular e atuaram em bom nível. A escolha, portanto, ficará a critério do treinador a partir das observações do treino desta terça-feira.

Meias:

A situação começa a ficar mais delicada aqui. Com a ausência de João Gomes e Willian Arão, a tendência é de que Dorival Júnior abra mão da escalação com três volantes - a menos que opte por Diego Ribas, que já cumpriu a função no passado, mas este já é um cenário menos provável.

Os meio-campistas de frente são Arrascaeta e Everton Ribeiro. Desse modo, caso Dorival opte por um esquema com dois volantes, é provável que o camisa 7 volte a ganhar oportunidade no time titular e jogue ao lado do uruguaio.

Atacantes:

Esta é uma posição que não sofreu com desfalques por causa da Covid-19. Dessa forma, Gabigol, Pedro, Lázaro, Victor Hugo, Vitinho e Marinho estão disponíveis. No último jogo do Flamengo, os dois primeiros fizeram a dupla de ataque que funcionou, apesar da oscilação de Gabi na etapa final. Vitinho já foi utilizado na vaga de Bruno Henrique, mas a aposta não funcionou tão bem quanto com os camisas 9 e 21.

Lance!
Publicidade
Publicidade