PUBLICIDADE

Nadador Wendell Belarmino é ouro nas Paralimpíadas, e Brasil fatura mais duas medalhas

27 ago 2021 07h38
| atualizado às 22h29
ver comentários
Publicidade

Nesta sexta-feira, três nadadores brasileiros subiram ao pódio das Paralimpíadas de Tóquio. Wendell Belarmino ganhou a medalha de ouro, Gabriel Bandeira conquistou a prata e Maria Carolina Santiago faturou o bronze.

Wendell Belarmino venceu os 50m livre (S11) e ganhou a segunda medalha de ouro brasileira na natação em Tóquio. Ele fechou a prova em 26s03. Dongdong Hua (26s18), da China, e Edgaras Matakas (26s38), da Lituânia, completaram o pódio. O brasileiro Matheus Rheine (27s26) terminou na 6ª colocação.

"A ideia era vir, me divertir, tentar chegar ao pódio e nadar o mais rápido possível. Estou realizando três sonhos de uma vez só: nadar em uma edição de Jogos Paralímpicos, ganhar uma medalha e ser campeão paralímpico. Tudo isso fruto de um trabalho muito duro. Estou muito feliz com o resultado", afirmou Belarmino.

Gabriel Bandeira, que já foi medalhista de ouro nos 100m borboleta (S14), ficou com a prata nos 200m livre (S14). O brasileiro completou a prova em 1m52s74, ficando atrás do britânico Reece Dunn (1m52s40) e à frente do russo Viacheslav Emeliantsev (1m55s58).

Nos 100m costas (S12), Maria Carolina Santiago conquistou o bronze, com tempo de 1m09s18. A britânica Hannah Russell (1m08s44) e a russa Daria Pikalova (1m08s76) faturaram ouro e prata, respectivamente.

Dono de 27 medalhas paralímpicas, Daniel Dias foi o 6º colocado nos 50m borboleta (S5), com tempo de 36s56. Tao Zheng, da China, completou a prova em 30s62, estabelecendo novo recorde mundial.

Na modalidade feminina, Joana Euzebio (45s33) terminou na 4ª posição. A também brasileira Esthefany Rodrigues (46s49) foi a 7ª colocada.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade