PUBLICIDADE

Dois jogadores de futebol morrem servindo na Guerra

Ambos os atletas tinham menos de 26 anos e atuavam no futebol do país

1 mar 2022 15h02
| atualizado às 15h13
ver comentários
Publicidade
Atletas botaram as chuteiras de lado para lutar pelo seu país -(Foto: Reprodução)
Atletas botaram as chuteiras de lado para lutar pelo seu país -(Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

Dois atletas de futebol foram mortos durante a invasão da Rússia na Ucrânia. Os ucranianos Vitalii Sapylo, de 21 anos, e Dmytro Martynenko, de 25, são as primeiras perdas do futebol relatadas nesta guerra.

A Fifpro (Federação Internacional de Futebolistas Profissionais), fez o anúncio na tarde desta terça-feira (01) pelas redes sociais.

"As duas primeiras derrotas do futebol nesta guerra", escreveu a entidade na sua publicação, que mostrava uma montagem com os dois jogadores.

 

Vitalii Sapylo e Dmytro Martynenko, faziam parte de equipes que disputavam das ligas menores da Ucrânia. Segundo o jornal Sky Sport, Sapylo, jogador do Karpaty, era originalmente da vila de Sokilnyky (perto de Lviv) e foi morto em uma batalha perto de Kiev.

O avançado do FC Hostomel, Dima Martynenko, foi considerado na temporada passada como o melhor jogador da segunda divisão, da qual também foi artilheiro. Ele foi morto por uma bomba que caiu em sua casa: sua mãe também morreu, enquanto sua irmã de 7 anos ficou gravemente ferida. Seu pai sobreviveu ao ataque.

Lance!
Publicidade
Publicidade