1 evento ao vivo

Adilson manda recado aos medalhões: "Comigo tem que jogar bola"

29 nov 2019
20h25
atualizado às 20h25
  • separator
  • 0
  • comentários

Momentos antes de dar seu primeiro treino pelo Cruzeiro, Adilson Batista já deixou claro o tom que vai adotar para tentar salvar a equipe mineira do rebaixamento. O treinador disse que os 'medalhões' precisam jogar bola se quiserem disputar os três últimos jogos do Campeonato Brasileiro.

Adilson Batista assumiu o comando do Cruzeiro nesta sexta-feira (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Adilson Batista assumiu o comando do Cruzeiro nesta sexta-feira (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Foto: Gazeta Esportiva

O técnico preferiu não citar nomes, mas os atletas que mais têm sido criticados pelo momento da Raposa são o lateral-esquerdo Egídio, os meio-campistas Robinho e Thiago Neves e o atacante Fred. O camisa 10, inclusive, perdeu um pênalti decisivo na derrota para o CSA e teve um áudio polêmico vazado.

"Se você puxar um histórico meu, tirei o Danrlei, ídolo do Grêmio, em 2003, e substitui o Roberto Carlos dez vezes no Corinthians. Então, você já conhece a minha linha. Não é nome, tem que jogar bola. Comigo é jogar bola. Já está dado o recado, não está?!", disse o novo comandante celeste.

Com 36 pontos conquistados e ocupando a 17ª posição, o Cruzeiro fecha sua participação no Brasileirão contra Vasco da Gama, Grêmio e Palmeiras, nesta ordem. O primeiro compromisso está programado para segunda-feira, às 20 horas (de Brasília), em São Januário. Faltando tão pouco para o fim da competição e em meio a uma situação delicadíssima, Adilson definiu o que precisa ser feito.

"Eu preciso colocar os melhores. O futebol pede isso. A gente assiste toda hora à Premier League, adora a Premier League, então a gente tem que jogar igual na Premier League. E quem jogou assim foi o Flamengo, com intensidade. Se não tiver intensidade, não joga. E nós precisamos ter. E vamos ter", destacou o treinador.

"Já tive uma conversa. Já transpirei ali com eles. Já coloquei algumas coisas que eu acho que precisamos fazer. Ouvi. Escutar é importante neste momento. Mas nós precisamos ter atitude. Não adianta você falar e não fazer", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade