3 eventos ao vivo

Urso xinga, vibra, admite frustração e aguarda exame para cravar retorno

22 abr 2019
06h16
atualizado às 06h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Júnior Urso ficou de fora da final do Campeonato Paulista por causa de uma lesão no músculo adutor da coxa direita. O volante sentiu durante a primeira decisão, no Morumbi, e não conseguiu se recuperar a tempo da finalíssima deste domingo, em Itaquera.

"A lesão foi um pouco mais grave do que a gente imaginou, não é nada para se preocupar, nada cirúrgico, mas algo que me tiraria desse jogo. Algo triste, que a gente se esforçou para que fosse evitado. Ficar de fora é ruim, mas voltei a ser torcedor. Como eu disse, eu já era torcedor do clube e pude cumprir essa função novamente, cantando e apoiando", contou o jogador, que literalmente assumiu o papel de torcedor durante a vitória por 2 a 1 do Corinthians.

"Teve alguns momentos que eu acho que poderia ter sido diferente, a gente se imagina dentro de campo, uma arrancada ou outra, um espaço ou outro. Claro que ver de forma é muito mais fácil do que estar lá dentro, mas eu imaginei algumas coisas ali, eu fazendo algo diferente do que aconteceu. Xinguei um pouco ali, é inevitável, tanto a nossa equipe quanto a adversária, mas como torcedor mesmo e no final deu tudo certo. O Corinthians foi superior e mereceu", comentou, sem esconder que o ponto alto do dia foi o gol de Vagner Love, aos 44 minutos do segundo tempo.

"Deve rolar vídeo na internet aí. Eu tirei a camisa na hora com o povo lá, abracei gente que eu não conhecia. Corinthians é isso, coração mesmo", disse, aos risos. "É horrível ficar fora e não poder ajudar, a gente roeu lá atrás todo o osso, enfrentamos altos e baixos da nossa própria equipe. Agora que chega a parte final, de desfrutar, com todos os olhos em cima da gente, ficar de fora é ruim, doloroso, mas a equipe está de parabéns".

Agora fica a expectativa para o retorno do titular. Quarta-feira o desafio é contra a Chapecoense, em Itaquera, pela partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil. O Timão perdeu por 1 a 0 em Santa Catarina e precisa se recuperar para chegar às oitavas.

"Tem chance, vou fazer exame amanhã (nessa segunda) e terça para ver se é possível quarta-feira dar meu máximo até porque eu não vou conseguir jogar meia-boca, não existe isso. Vamos ver se meu corpo vai resistir 100%. Se não acontecer isso, vamos se preparar para jogar contra o Bahia", explicou, já de olho na estreia da equipe pelo Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade