PUBLICIDADE
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

Paulinho não renova com Corinthians e terá despedida na Arena: 'É ruim, mas dei meu melhor'

Adeus do volante de 35 anos ocorre nesta terça-feira, durante duelo com o Racing-URU pela Copa Sul-Americana

27 mai 2024 - 18h06
(atualizado em 28/5/2024 às 10h12)
Compartilhar
Exibir comentários

A partida contra o Racing-URU nesta terça-feira, às 19h, na Neo Química Arena, pela sexta rodada da Copa Sul-Americana, ganhou uma importância a mais para o Corinthians do que apenas decidir quem irá terminar na liderança do Grupo F. O clube anunciou que o duelo marcará a despedida do volante Paulinho, um dos principais ídolos do clube dos últimos anos.

A saída de Paulinho ocorre dias após Cássio deixar o clube para reforçar o Cruzeiro. O futuro do volante ainda é uma incógnita, mas a sua saída encerra um ciclo dentro do clube, que passará a não ter mais nenhum jogador do elenco de 2012, um dos anos mais marcantes para a instituição.

"Infelizmente os ciclos chegam ao fim. Essa decisão foi pensada com a família e eu acho que a palavra mais correta é gratidão por tudo que o Corinthians me proporcionou e me transformou em um jogador da seleção brasileira. Eu devo boa parte da minha vida ao Corinthians. É o clube que eu amo. O Corinthians é uma cultura. Para estar aqui, você precisa entender o que é a cultura que se chama Corinthians. Infelizmente chega esse momento de despedida. É ruim, mas eu olho para trás e enxergo que eu dei o meu melhor com essa camisa", afirmou o jogador com os olhos lacrimejados e claramente emocionado com a decisão.

Paulinho esteve em campo pelo Corinthians em 218 oportunidades, com 108 vitórias, 59 empates e apenas 51 derrotas. Foram quatro títulos e 40 gols, marcados, o mais importante, segundo o atleta, saiu na vitória sobre o Vasco, por 1 a 0, no Pacaembu, pelas quartas de final da Libertadores. O jogo em questão ainda teve a defesa emblemática de Cássio no chute de Diego Souza.

"Foi o gol mais importante da minha carreira. No mínimo uma vez na semana eu vejo esse gol. Sou privilegiado por ter participado daquele momento e poder dar alegria ao torcedor corintiano", disse. "O Corinthians me proporcionou quatro títulos importantes, principalmente a Libertadores, que era tão sonhada pelo torcedor e eu fiz parte dessa história. Eu posso olhar para trás e ver que fiz um ótimo trabalho, com muito respeito e profissionalismo. Tenho uma enorme gratidão pelo clube por me proporcionar todos esses momentos."

Além da Libertadores de 2012, Paulinho conquistou um Paulistão (2013), um Brasileirão (2011) e um Mundial (2012). O volante ficou no Corinthians, após boa passagem pelo Bragantino, entre os anos de 2010 e 2013. Saiu para o Tottenham. Jogou também no Guangzhou Evergrande, da China, Barcelona, e Al-Ahli, da Arábia Saudita. Voltou em 2022, mas sofreu com lesões e não conseguiu se firmar. Mesmo assim, mandou um recado para os jogadores que permanecerão no clube.

"Se doem e se entreguem para esse time. O Corinthians é gigantesco. Vocês precisam entender que esse clube é uma cultura. Ele te leva para lugares que vocês nem imaginam", finalizou.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade