4 eventos ao vivo

Finazzi diz que atual situação do Corinthians é muito diferente de 2007 e descarta rebaixamento

26 out 2020
09h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Contratado pelo Corinthians em 2007, ano do rebaixamento do clube à Série B do Campeonato Brasileiro, o ex-atacante Finazzi descartou a possibilidade do Timão passar pelo seu segundo decesso nesta temporada. Em entrevista exclusiva ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, ele afirmou que o que a equipe vive agora é bem diferente do que aconteceu no passado.

"Acho que não (risco de rebaixamento). É uma situação totalmente diferente (de 2007). Na minha cabeça, o Corinthians tinha que cair aquele ano. Existia uma questão de querer moralizar o futebol, e para que isso acontecesse, o rebaixamento seria para mostrar que o futebol brasileiro tinha credibilidade. Aconteceram muitas coisas estranhas. Mas acontece, é passado, depois disso o Corinthians cresceu muito", contou.

Atualmente trabalhando como técnico, Finazzi ressaltou que um dos principais problemas do Alvinegro no momento é o "esquecimento". Para ele, um grande exemplo disso é a demissão de Fábio Carille, treinador multicampeão pelo clube.

"Hoje, o Corinthians está pagando pelo preço do esquecimento. A maneira com que o Fábio Carille saiu foi injusta, ele foi escorraçado pela maioria das pessoas como se ele fosse o técnico mais retranqueiro do mundo. Isso não é verdade, ele teve muitas conquistas que foram esquecidas muito rápido. A questão da retranca é mais do que a questão tática, passa muito pela escolha dos jogadores. O Corinthians sofreu com essas mudanças. Veio o Tiago e o Coelho, que implementaram uma maneira de jogar que não deu certo", finalizou.

No momento, o Corinthians é o 13º colocado do Campeonato Brasileiro, com 21 pontos, três a mais que o primeiro time da zona do rebaixamento.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade