0

Em protesto, torcida do Corinthians pede raça e critica 'Carille retranqueiro'

Time de Fábio Carille só venceu um dos últimos sete jogos e vive pior momento na temporada

20 set 2019
11h20
atualizado às 11h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Cerca de 60 torcedores do Corinthians protestaram na manhã desta sexta-feira contra os últimos resultados do time. A manifestação foi feita em frente ao Centro de Treinamento Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo. O time de Fábio Carille soma duas derrotas seguidas (Fluminense e Independiente del Valle) e não vence há partidas, considerando-se o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana.

O protesto, convocado pela principal torcida organizada do clube, começou às 10h. Os principais gritos de ordem da torcida não foram dirigidos a nomes específicos de jogadores, como aconteceu em outros protestos. Os torcedores gritaram "Carille retranqueiro", "Hey, você aí, joga pra frente ou o cargo vai cair". Também pediram "raça" e "respeito pela história" do clube.

O Corinthians não informou se representantes do protesto serão ouvidos pela diretoria corintiana. O presidente Andrés Sanchez não está no local. O último protesto de torcida havia sido em novembro de 2018, quando Jair Ventura era o treinador. Na época, cerca de 300 torcedores protestaram no CT.

O protesto foi convocado após uma semana de resultados ruins para o time. Depois de perder para o Fluminense por 1 a 0 pelo Campeonato Brasileiro, após uma falha do goleiro Cássio, o time foi derrotado pelo equatoriano Independiente del Valle na semifinal da Copa Sul-Americana por 2 a 0. Para chegar à final, o time terá de vencer por três gols de diferença na altitude de Quito.

Com somente uma vitória nos últimos sete jogos, o Corinthians vive um dos piores momentos na atual temporada. A sequência deixou o time mais distante da briga pelos títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana.

O Corinthians realizou um treino fechado na manhã desta sexta-feira. Após a atividade, os atletas permanecem concentrados para a partida diante do Bahia, neste sábado, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade