PUBLICIDADE
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

Corinthians tenta evitar pior início do ataque no Brasileirão desde 2003

Equipe paulista nunca passou em branco nas três primeiras rodadas da competição nacional, no formato de pontos corridos

20 abr 2024 - 10h58
Compartilhar
Exibir comentários
-
-
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians - Legenda: Sistema ofensivo do Corinthians não enfrenta bom momento neste início de Campeonato Brasileiro / Jogada10

Ao passar em branco nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tenta evitar uma estatística negativa em sua história. Afinal, caso não estufe a rede do Red Bull Bragantino neste sábado (20), às 18h30 (de Brasília), no Nabi Abi Chedid, o Timão chegará ao pior início do ataque no Brasileirão desde 2003, na era dos pontos corridos.

Sendo assim, o ataque do Timão não balançou as redes no empate com o Atlético-MG e na derrota para o Juventude. No entanto, a equipe paulista jamais passou as três primeiras rodadas sem marcar gols. Nos anos de 2009 e 2012, o Timão passou em branco nas duas primeiras rodadas, mas conseguiu marcar na terceira partida.

"Temos que melhorar, achar um jeito de criar e fazer os gols, tentar ser mais efetivo. Depende de todo mundo. Depois de uma derrota, não foi um jogo bom, temos que pontuar, ganhar para sair dessa situação e responder a essa derrota", disse Cássio, em entrevista após a derrota para o Juventude.

Momento do setor ofensivo na temporada

Na temporada, até aqui, o Corinthians fez 27 gols em 19 partidas, sendo 17 deles marcados pela dupla Romero e Yuri Alberto, artilheiros do clube no ano com nove e oito gols, respectivamente. Além disso, Wesley, que completa o trio de ataque, marcou duas vezes.

A equipe não marcou gols em sete das 19 partidas na temporada, sendo cinco deles no Campeonato Paulista. No Estadual, aliás, o Timão foi eliminado de forma precoce, ainda na primeira fase.

Diante de Atlético-MG e Juventude, foram 27 finalizações, sendo apenas quatro deles no alvo. No duelo com o Galo, aliás, o time teve 50% de posse de bola e 57% contra o Juventude.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade