13 eventos ao vivo

Corinthians supera o Goiás e sobe para 5º no Brasileirão

Junior Urso e Boselli garantiram a vitória na arena em Itaquera, em jogo adiado da sétima rodada

7 ago 2019
21h21
atualizado às 21h30
  • separator
  • 0
  • comentários

O Corinthians fez o dever de casa e venceu o Goiás por 2 a 0, na arena em Itaquera, em jogo adiado da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Junior Urso e Boselli marcaram os dois da vitória, que levou o time alvinegro para a zona de classificação da Libertadores, em quinto lugar, com 23 pontos. O Goiás é o 12º, com 17.

A equipe de Fábio Carille agora volta a campo no domingo, às 11h, quando enfrentará o Internacional, no estádio Beira-Rio, pela 14ª rodada. No mesmo dia, mas às 19h, o Goiás recebe o Vasco no Serra Dourada.

Júnior Urso abriu o placar para o Corinthians.
Júnior Urso abriu o placar para o Corinthians.
Foto: Alan Morici/Agif / Estadão

Preocupado com a sequência de jogos, Carille poupou Danilo Avelar, Sornoza e Vagner Love da partida. Entraram Carlos Augusto, Mateus Vital e Boselli. Os três foram mal na partida e não aproveitaram a oportunidade. O argentino se salvou no fim ao marcar de pênalti e consolidar a vitória corintiana.

De início, o Corinthians encurralou o Goiás nos 15 primeiros minutos, chegou a ficar com 82% de posse de bola e criou chances com Boselli e Clayson. Mas quem levou mais perigo foi o Goiás com Kayke, que acertou a trave de Cássio. O time anfitrião impunha o ritmo e também foi mais efetivo. Clayson tabelou pela direita com Gabriel e rolou para Junior Urso mandar para as redes: 1 a 0.

O Goiás reagiu e chegou a empatar com um belo gol de Michael. Ele cortou Gil e bateu cruzado. Mas recebeu em impedimento e o VAR anulou. O Corinthians seguiu melhor e o árbitro de vídeo foi mais uma vez acionado, agora em lance no ataque do time alvinegro. Mateus Vital cabeceou e levou um chute na cabeça. O jogador deixou o campo sangrando. O árbitro entendeu que não houve nada.

Na etapa final, a partida esfriou um pouco. Carille tentou dar mais criatividade à equipe com a entrada de Jadson no lugar de Mateus Vital. O Goiás chegava com perigo. Kayke acertou mais uma vez a trave de Cássio e a defesa do time alvinegro parecia atrapalhada.

Michael, sempre em cima de Carlos Augusto, era quem mais incomodava o time alvinegro. O Corinthians passou a encontrar dificuldade para manter a bola no setor ofensivo. Em uma das raras oportunidades, Junior Urso avançou pela direita, tentou o cruzamento e a bola tocou na mão de Rafael Vaz. Pênalti, que Boselli cobrou e ampliou o placar para alívio dos torcedores. Nos acréscimos, Yago Felipe foi expulso por falta em Everaldo.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 0 GOIÁS

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel, Júnior Urso (Matheus Jesus) e Mateus Vital (Jadson); Clayson (Everaldo), Boselli e Pedrinho. Técnico: Fábio Carille.

GOIÁS: Tadeu; Daniel Guedes, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena e Yago Felipe; Michael (Junior Brandão), Kayke (Rafael Moura) e Leandro Barcia (Renatinho). Técnico: Robson Gomes (interino).

CARTÕES AMARELOS: Daniel Guedes e Léo Sena; Fagner.

CARTÃO VERMELHO: Yago Felipe

ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araujo.

GOLS: Junior Urso, aos 24 minutos do primeiro tempo; Boselli, aos 41 minutos do segundo tempo.

PÚBLICO: 34.595 pagantes.

RENDA: 1.307.624,00.

LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade