PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians aguarda rescisão de Diego Costa, mas busca opção

Enquanto a decisão não sai, o clube busca alternativa sem fazer alarde

12 jan 2022 06h23
| atualizado às 07h10
ver comentários
Publicidade
Diego Costa (Atlético-MG)
Diego Costa (Atlético-MG)
Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

O Corinthians não vai se mexer enquanto Diego Costa não conseguir a rescisão de contrato com o Atlético-MG.

Se realmente a quebra do vínculo for oficializada e de uma maneira que livre o próximo clube do jogador de pagar qualquer multa, aí sim o Timão colocará uma proposta na mesa.

A diretoria corintiana já tem bem claro quais são os seus limites e o que deve ser proposto ao centroavante de 33 anos.

A Gazeta Esportiva apurou que o Corinthians oferecerá um salário inferior ao que Diego tinha garantido no Galo.

Se cumprisse o contrato até dezembro de 2022 em Minas, o centroavante embolsaria cerca de R$ 20 milhões ao fim do ano.

Sobre o tempo de vínculo, o Corinthians pretende fechar por duas temporadas. Ou seja, até o término do mandato do presidente Duilio Monteiro Alves, previsto para dezembro de 2023.

Tudo isso pode ser alterado, porque as conversas oficiais ainda não aconteceram. Mas, a princípio, o plano corintiano está traçado.

Diego Costa quer ouvir o Corinthians e vê com bons olhos a ideia de jogar no alvinegro paulista, mas nunca escondeu que tem o futebol europeu como prioridade e, por isso, também tem avaliado opções por lá. Por ora, não houve nenhuma procura animadora.

Novo alvo

Enquanto Diego Costa tenta resolver sua vida em Belo Horizonte, o Corinthians não vai esperar parado. O clube não quer ficar refém de nenhum atleta.

Apesar de admitir interesse em Cavani, Suárez e Diego Costa, o Timão não para de buscar e avaliar alternativas para a camisa 9.

Devido à grande repercussão que esse trio causou, o clube tem tentado ser mais discreto nos bastidores.

A diretoria entende que tanta especulação, atualizações diárias e expectativa externa elevada tem atrapalhado na hora de negociar.

A Gazeta Esportiva apurou que o Corinthians busca um "quarto nome", um "novo alvo", e que já até teria alguém no radar, mas o pacto firmado internamente é de sigilo absoluto para que nada vaze antes da hora.

Apesar de não ter pressa, e isso está diretamente ligado ao fato do time estrear na Copa Libertadores da América apenas em abril, o Corinthians acredita que até o fim de janeiro deve ter uma definição, seja ela qual for.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade