PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Favoritar Time

Conmebol multa Boca por atos racistas de torcedor contra o Corinthians, em São Paulo

Clube argentino voltará a ser julgado por racismo no encontro entre os times na Argentina

23 mai 2022 17h34
ver comentários
Publicidade

A Conmebol multou o Boca Juniors em 30 mil dólares (R$ 144 mil, na cotação atual) por conta de gestos racistas feito pelo torcedor Leonardo Ponzo à torcida do Corinthians, no último dia 26 de abril, no confronto entre os times pela terceira rodada da Libertadores, na Neo Química Arena.

Leonardo Ponzo foi o torcedor do Boca acusado de racismo em Itaquera (Foto: Alex Silva / LANCEPRESS!)
Leonardo Ponzo foi o torcedor do Boca acusado de racismo em Itaquera (Foto: Alex Silva / LANCEPRESS!)
Foto: Lance!

Ponzo foi flagrado por torcedores corintianos, que registraram as imagens e denunciaram. Ele foi detido, mas nem chegou a ser encarcerado na sede de Dope-SP, além de ter a sua fiança paga pelo consulado argentino, segundo informações colhidas pela reportagem à época.

No último dia 9 de maio, a Conmebol aumentou a punição para casos de racismo de 30 para 100 mil dólares (R$ 480 mil, na cotação atual). Porém, como o ocorrido na arena corintiana ocorreu antes da mudança no Código Disciplinar, o caso foi julgado internamente nos moldes antigos.

O Corinthians voltou a enfrentar o Boca, na última terça-feira (17), dessa vez na Bombonera, em Buenos Aires, e novos atos de racismo de torcedores xeneizes foram registrados. Esse episódio já foi levado para a entidade máxima do futebol Sul-Americano e será analisado já dentro da alteração da regra.

Há a possibilidade do Boca Juniors ser punido com o fechamento de portões ou interdição parcial do seu estádio já para as fases finais da Libertadores, caso o clube argentino avance, ou da Copa Sul-Americana, caso os 'azuis y oro' fiquem pelo caminho na Liberta, mas como terceiro colocado no grupo E.

Lance!
Publicidade
Publicidade