PUBLICIDADE

Futebol feminino evolui muito e a Copa da Oceania prova isso com belos jogos

Colômbia foi a sensação da competição, mas Inglaterra de Hemp mostra força; Austrália fez jogo histórico contra a poderosa França

12 ago 2023 - 10h03
(atualizado em 14/8/2023 às 01h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Camisa 11 da Inglaterra e do Manchester City, a atacante Lauren Hemp brilha e comemora a vitória das leoas em jogo difícil contra a Colômbia
Camisa 11 da Inglaterra e do Manchester City, a atacante Lauren Hemp brilha e comemora a vitória das leoas em jogo difícil contra a Colômbia
Foto: Izhar Khan/AFP via Getty Images) / Jogada10

Dois jogos emocionantes valendo pelas quartas-de-final da Copa Feminina. Inglaterra e Colômbia fizeram bonita partida. As inglesas buscaram o domínio dentro de campo. Sem Lauren James, suspensa por duas rodadas devido a uma falta violenta contra a Nigéria nas oitavas, o time europeu contou com a mobilidade e a habilidade de Hemp e a criatividade de Walsh, mas quem mostrou recursos também foi a camisa 10 da Colômbia, Leicy Santos. A meio-campista sul-americana encobriu a melhor goleira do mundo, Earps.

No entanto, a defesa colombiana falhou nos acréscimos do primeiro tempo, principalmente, a goleira Catalina Perez. Hemp aproveitou a bobeira geral e empatou. Na segunda etapa, Alessia Russo virou para as leoas inglesas após belo passe de Stanway. A Colômbia lutou muito. Linda Caicedo não brilhou. Já Lauren Hemp, a pontinha canhota do Manchester City, foi a melhor em campo. Atual campeã europeia, a Inglaterra estará na semifinal. 

A goleira Arnold, no canto direito da foto, comemora a classificação inédita da seleção australiana às semifinais da Copa Feminina
A goleira Arnold, no canto direito da foto, comemora a classificação inédita da seleção australiana às semifinais da Copa Feminina
Foto: Esporte News Mundo

A classificação da Austrália foi sensacional. A equipe da Oceania mostrou garra contra as francesas. A primeira etapa tirou o fôlego com transições velozes. A partir do segundo tempo, a seleção dona da casa contou com a estrela Sam Kerr, que não fez gol, mas entrou bem e deu lindos passes. O placar foi injusto com a beleza da partida. No tempo normal e na prorrogação, 0 a 0.

A disputa de pênaltis foi inacreditável. Vinte cobranças, com direito a uma penalidade perdida pela goleira da Austrália Arnold. No entanto, era noite da seleção da Oceania. Arnold defendeu três pênaltis e o placar foi 7 a 6 para a equipe anfitriã. Pela primeira vez, as MATILDAS australianas estão na fase semifinal de uma Copa. 

Essa edição da competição é de alto nível. O Futebol Feminino evolui a passos largos. 

Semifinais da Copa:

SUÉCIA X ESPANHA - 15/8

AUSTRÁLIA X INGLATERRA - 16/8 

Minha final? Suécia x Inglaterra! 

Abraços boleiros. 

Fonte: PV Ferreira PV Ferreira é editor e jornalista esportivo com experiência em coberturas do futebol brasileiro, sul-americano e europeu, além das modalidades olímpicas e paralímpicas. As visões do colunista não representam a visão do Terra.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade