PUBLICIDADE
Logo do

Seleção do Chile

Favoritar Time

Inconformado, Sampaoli fala em chance perdida de "Mineiraço"

28 jun 2014 16h45
| atualizado às 17h14
ver comentários
Publicidade
<p>Jorge Sampaoli esperava eliminar o Brasil no Mineirão</p>
Jorge Sampaoli esperava eliminar o Brasil no Mineirão
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Jorge Sampaoli esperava por outro desfecho para a penalidade cobrada pelo zagueiro Franco Jara, exatamente a que eliminou o Chile neste sábado no Mineirão. O treinador argentino, além de reconhecer o esforço de seus jogadores e a campanha honrada na Copa do Mundo, também se disse inconformado. Para Sampaoli, foi a oportunidade perdida de fazer história, mas o Brasil venceu por 3 a 2, nos pênaltis, depois de empatar por 1 a 1 em 120 minutos. 

"É uma sensação de dor com a bola na trave, porque era uma bola para se fazer história. Poderia ser um 'Mineiraço'", definiu, a respeito da chance de eliminar o Brasil como fizeram os uruguaios em 1950. Em sua análise mais fria, Sampaoli disse que o Chile deve estar orgulhoso de seus jogadores. 

"É para orgulho do povo chileno, pelos jogadores que o representaram contra o candidato de todos. Me parece que a análise será muito mais do esforço que fez esse grupo de jogadores", lembrou Sampaoli. "Entraram na história do futebol chileno. Vidal com 40% depois de lesões, Aránguiz correndo no fim como se não houvesse nada, Diáz, Alexis. Se não fosse a fatalidade, seria um final merecido", complementou. 

País sede da próxima Copa América, marcada para 2015, o Chile poderia se vingar do Brasil e vencer em casa? A pergunta foi realizada para Sampaoli, cotado para seguir no cargo, mas ele não conseguiu falar de um longo prazo. "A Copa América é futuro. Hoje é uma dura eliminação, que vai ter avaliações de todo tipo, e seguramente no futuro se pensará na dimensão disso", disse.

Em nove participações em Copas do Mundo, o Chile foi eliminado pelo Brasil em quatro, justamente quando tinha as melhores equipes de sua história. Em 1962, na semifinal, e ainda em 1998, 2010 e 2014 sempre nas oitavas de final. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade