2 eventos ao vivo

Chape rescinde contrato de goleiro denunciado por agressão

Ivan foi acusado pela ex-noiva de agressão com uma faca e roubar o celular dela e de um outro rapaz

15 mar 2019
15h24
atualizado às 15h46
  • separator
  • 0
  • comentários

Após ser acusado de agressão a ex-noiva, o goleiro Ivan teve seu contrato rescindo pela Chapecoense nesta sexta-feira. O clube emitiu um comunicado oficial, no qual informa que o arqueiro não é mais atleta da equipe.

"A Associação Chapecoense de Futebol comunica, oficialmente, o desligamento do goleiro Ivan dos quadros do Clube", informou.

Ivan, goleiro da Chapecoense, faz aquecimento antes da partida contra o Figueirense, válida pela oitava rodada da primeira fase do Campeonato Catarinense 2019
Ivan, goleiro da Chapecoense, faz aquecimento antes da partida contra o Figueirense, válida pela oitava rodada da primeira fase do Campeonato Catarinense 2019
Foto: Matheus Sebenello / MyPhoto Press / Gazeta Esportiva

Com isso, o atleta deixa o clube após pouco mais de um ano e o contrato dele era válido até o fim de 2019. A Chape não deve se pronunciar mais sobre o caso, além do comunicado já emitido.

Ivan é suspeito de roubar o celular da ex-noiva e de um outro rapaz, além de ferir a moça com uma faca em episódio ocorrido em Espinosa, Minas Gerais.

A diretoria da Chapecoense se reuniu com o atleta na última quinta-feira, após ele desembarcar em Chapecó e teria liberado Ivan das atividades da equipe até a próxima semana. No entanto, com a repercussão que o caso tomou, a diretoria antecipou a tomada de decisão sobre o caso.

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade