0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Lesões, polêmicas, soco: o inferno astral de Neymar em 2019

29 mai 2019
15h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O ano de 2019 tem reservado dias difíceis para o craque do PSG e da Seleção brasileira, Neymar. A cada momento, ele se vê envolvido por problemas ou situações que lhe trazem incômodo. Até agora, em apenas quatro dias no centro de treinamento da equipe, em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, ele já experimentou quatro episódios negativos.

Foto: Dhavid Normando / Futura Press

Primeiro, quando levou um pito do técnico Tite por ter agredido com um soco um torcedor, no final de abril, no Stade de France. Na mesma conversa, soube que perderia o posto de capitão do time para Daniel Alves.

Nessa terça,  a maré de azar não baixou. Neymar deixou o treino com dores no joelho esquerdo e ainda teve que amargar, momentos antes, um drible humilhante de um jogador do Sub-20 do Cruzeiro, Weverton, que está em Teresópolis para fazer número e fez a bola passar por entre as pernas do camisa 10 da Seleção. Na sequência, Neymar agarrou o garoto - numa partida isso seria motivo de punição com cartão amarelo.

Esse inferno astral do craque, na atual temporada, começou em janeiro, quando sofreu nova fratura no quinto metatarso do pé direito, pequeno osso que já havia lhe dado problemas no ano passado. Só voltou a atuar no final de abril, na decisão da Copa da França, quando o PSG perdeu o título e ele se estranhou com o torcedor na arquibancada do Stade de France.

Naquele dia, foi criticado pelo técnico do PSG, Tomas Tuchel, o mesmo que na semana passada não recebeu nenhuma satisfação do jogador sobre sua ausência nos últimos treinos da equipe, às vésperas do encerramento do Campeonato Francês - ele não poderia entrar em campo exatamente porque foi suspenso por três partidas pela federação local em razão do soco no rosto do torcedor.

Pouco antes disso, ainda em abril, já havia sido punido pela Uefa com suspensão por outros três jogos devido a críticas feitas à arbitragem, na partida que marcou a eliminação do PSG da Liga dos Campeões, derrota para o Manchester United por 3 a 1, em março.

Na oportunidade, declarou numa de suas redes sociais: "isso é uma vergonha.  Ainda colocam 4 caras que não entendem de futebol para ficar olhando lance em câmera lenta ,,, Isso não existe!!! Como o cara vai colocar a mão nas costas? Ah, vá pra pqp." Neymar questionava a marcação de um pênalti para o time francês aos 47 minutos do segundo tempo. Esta pena terá de ser cumprida na próxima edição da Liga.

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade