PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Felipão elege o jogador mais importante de 2002 e fala sobre futuro como técnico

12 abr 2020
21h45 atualizado às 21h45
0comentários
21h45 atualizado às 21h45
Publicidade

Para Felipão, Rivaldo foi "o cara dentro de campo" na Copa de 2002

A Seleção Brasileira campeã do mundo em 2002 contou com diversos craques dentro de campo e que foram decisivos para a conquista. Apesar de muitos apontarem Ronaldo como o grande destaque daquela equipe, Luiz Felipe Scolari acredita que Rivaldo foi o atleta mais importante.

O técnico da Seleção pentacampeã concedeu entrevista à Rádio Gaúcha e falou sobre o papel tático que o camisa 10 tinha na equipe que comandou em 2002.

"O Ronaldo foi o artilheiro e uma pessoa importante para o Mundial. Ele poderia ter sido escolhido o melhor da Copa, mas para o nosso posicionamento tático o Rivaldo foi o jogador mais importante. Ele sabia se colocar em campo em qualquer tipo de bola. Tinha papel até mesmo na marcação das bolas paradas", afirmou Felipão.

"Contra a Inglaterra, quando perdemos o Ronaldinho, o Rivaldo falou que não eu precisava fazer alterações porque ele marcaria e chegaria no ataque. Ele disse que jogaria por ele e pelo Ronaldinho. O Rivaldo, para mim, foi o jogador mais importante do Mundial", completou.

Desde que foi demitido pelo Palmeiras em 2018, Felipão não assumiu o comando técnico de nenhuma equipe. No entanto, o treinador garante que não se aposentou e projetou seu retorno à beira dos gramados.

"Não sei onde iremos trabalhar, mas vamos trabalhar. Eu recebi três ou quatro situações de equipes do Oriente Médio. Conversei. Devido a esse problema da pandemia, estou um pouco fora de contato com esse pessoal. Lá no Oriente Médio, eles estão já treinando e pensando no começo do trabalho. Pode ser que dentro de 20 ou 30 dias eu tenha alguma coisa para fora do Brasil. A pandemia nos assusta um pouco, mas em determinados lugares temos confiança", finalizou Felipão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade