PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Conmebol divulga áudios do VAR da partida do Brasil

No gol de Firmino, a explicação dada é que a bola toca no árbitro, sem produzir um ataque promissor do Brasil

24 jun 2021 11h33
| atualizado às 11h48
ver comentários
Publicidade

Os áudios do VAR feitos na análise do primeiro gol do Brasil na vitória sobre a Colômbia por 2 a 1, no Engenhão, quarta-feira, pela Copa América, foram divulgados, nesta quinta-feira, pela Conmebol, ratificando a atitude do árbitro argentino Nestor Pitana, que mandou a jogada progredir após a bola tocar em seu corpo.

Nestor Pitana conversa com o VAR durante a partida entre Brasil e Colômbia
Nestor Pitana conversa com o VAR durante a partida entre Brasil e Colômbia
Foto: Gledston Tavares/FramePhoto / Estadão Conteúdo

Na gravação, a explicação dada é que a bola toca no árbitro, sem produzir um ataque promissor ao Brasil. O narrador afirma que Pitana não paralisa a jogada, "respeitando as regras do jogo". Os áudios entre o árbitro e o VAR mostram Pitana dizendo "sigo, sigo" assim que a bola bate nele.

O gol demorou a ser confirmado porque o VAR também quis checar a linha de impedimento, mas só após um minuto percebeu que Firmino tinha condições legais no lance. "Nestor, gol confirmado", informou o VAR.

Com a confirmação do gol, os jogadores colombianos, que venciam por 1 a 0, reclamaram bastante com Pitana, que justificou sua atitude ao dizer que "segue a posse de bola da mesma equipe. Essa é a regra".

Na sequência, é apresentada uma lista com motivos que poderiam ter feito o juiz interromper a partida: o início de um ataque promissor a uma das equipes, se a bola entrasse no gol ou se a posse de bola trocasse de equipe.

Depois do gol de Firmino, aos 32 da etapa final, Casemiro marcou, aos 54, garantindo a terceira vitória consecutiva da seleção na Copa América.

Estadão
Publicidade
Publicidade