PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Campeão da Copinha em 2019, Antony valoriza competição: "Onde tudo começou"

25 jan 2022 09h05
| atualizado às 09h05
ver comentários
Publicidade

Há três anos, Antony levantava o troféu da Copinha com o São Paulo. Na final, o Tricolor bateu o Vasco nos pênaltis, após empatar em 2 a 2 na etapa complementar. Hoje, na Seleção Brasileira, o jogador não esconde a gratidão por ter atuado no torneio e lembra com muito carinho da conquista.

"Para mim, foi o start da minha vida. Na Copinha foi onde tudo começou. Tive a honra e o privilégio de ser campeão, de poder ter feito um gol e dado uma assistência [na final]. Eu me sinto muito feliz e realizado", lembrou, antes de projetar a decisão desta terça-feira.

Palmeiras e Santos se enfrentam às 10 horas (de Brasília) no Allianz Parque. O Alviverde vai em busca de um título inédito e chega a final pela terceira vez na história. Já o Peixe sonha com o tetracampeonato.

"Vai ser um grande jogo. Tive o privilégio de participar de uma final, com torcida, meus companheiros. Desejo toda a sorte para as duas equipes. Não tenho dúvida que vai ser um grande jogo, e que o melhor vai vencer", projetou o atacante.

Da Copinha à Seleção e conselhos aos mais novos

Desde o troféu conquistado, Antony vem ganhando chances na Seleção Brasileira. Hoje, com 21 anos, o jogador defende o Ajax, da Holanda, após fazer sucesso no profissional do São Paulo.

Em 2021, foi medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio e mais uma vez brilhou na decisão. Foi dele o passe para Malcom fazer o gol do título em Yokohama. Após a medalha, ganhou suas primeiras oportunidades com a Seleção principal.

"É o que eu tirei para mim. Vi a importância que era, a visibilidade que tem a Copa São Paulo. Quando eu digo que foi o start da minha carreira, o começo de tudo, não tenho dúvidas. Foi dali que comecei a ser mais visto, onde tive um processo profissional. Aconselharia eles a aproveitarem a oportunidade, viver esse momento, que é uma oportunidade única. Hoje eles estão jogando a Copa São Paulo e amanhã eles podem estar jogando no profissional, uma Copa do Mundo. Que agarrem essa oportunidade de braços abertos e aproveitem o momento", completou Antony.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade