PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Meu time

Decisões de venda no Botafogo são tomadas por 'colegiado' formado por dirigentes, CEO e Freeland

Possível venda de Paulo Victor para o Internacional e qualquer outra transferência precisa do crivo de Durcesio Mello, Vinícius Assumpção, Eduardo Freeland e Jorge Braga

21 jun 2021 20h28
| atualizado às 20h52
ver comentários
Publicidade
Paulo Victor em ação pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Paulo Victor em ação pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

Quem decide pela venda dos jogadores? A decisão final não é de X ou Y? Essas foram perguntas comuns na internet no que diz respeito ao Botafogo nesta segunda-feira. Por conta da volta do interesse do Internacional em contratar Paulo Victor, lateral do Alvinegro, tais questões foram levantadas.

Decisões sobre transferências são feitas por quatro pessoas, que acabam formando um "colegiado" neste sentido: Durcesio Mello, presidente do clube, Vinícius Assumpção, vice-presidente, Jorge Braga, CEO, e Eduardo Freeland, diretor de futebol.

Os quatro se reúnem, apresentam pontos e nenhuma grande decisão é tomada sem que haja o consentimento de todos. Vale ressaltar que tudo também é acompanhado pelo Footure, que faz uma consultoria externa ao Botafogo, mas a empresa não tem "dedo", não interfere nas decisões do clube.

Vinícius Assumpção, Jorge Braga e Durcesio (Vitor Silva/Botafogo)
Vinícius Assumpção, Jorge Braga e Durcesio (Vitor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

Ainda não há nenhuma decisão tomada. Os envolvidos se reuniram nesta segunda-feira para debater as opções e apresentar os pontos da negociação. É possível que haja atualizações nos próximos dias.

Lance!
Publicidade
Publicidade