PUBLICIDADE
Logo do Botafogo

Botafogo

Favoritar Time

Veja as respostas de John Textor, dono do Botafogo, na 'CPI da Manipulação de Jogos'

Empresário vai apresentar provas aos palamentares em reunião secreta

22 abr 2024 - 21h14
(atualizado às 21h20)
Compartilhar
Exibir comentários

John Textor, dono da SAF do Botafogo, prestou depoimento na "'CPI da Manipulação de Jogos" na tarde desta segunda-feira (22). O empresário norte-americana também disse que o Alvinegro foi afetado. Confira algumas respostas abaixo.

Foto: Lance!

PRETENDE VENDER O BOTAFOGO?

- Com todo o respeito, essa é a pergunta mais estúpida que poderia existir. Se eu quisesse vender a minha participação (no Botafogo), eu não estaria dizendo essas coisas ruins que estão fazendo aqui (no Brasil), não estaria falando de corrupção. Eu nunca venderia um negocio dessa forma. Tenho sido o mais transparente possível. Tenho divulgado a nossa renda aqui… Nossa renda saiu de 50 milhões de dólares em 2022 e estamos com 75 milhões de dólares um ano e meio depois. Tem sido muito bom comercialmente para a gente também. Convido a todos que venham para o brasil para o programa SAF, mas em vez disso eu passo a ser processado, perseguido e denunciado. Isso não tem sido convidativo. No rádio, em 2022, as pessoas estavam me atacando, eu amo a família Botafogo, mas eu recebo um suporte imenso pelo Botafogo e pessoas de outras equipes. Acho incrível. uma lição que aprendi no Brasil, mas dizer que estou usando isso para vender a minha participação no Botafogo, isso acaba sendo incoerente e imaginativo.

MANIPULAÇÃO DE RESULTADOS

- O que nós descobrimos não é nada diferente do restante do mundo, Bélgica, França, toda a Europa. A manipulação de resultados (no futebol) é uma realidade.

- Sou dono de um clube, quero ganhar campeonatos e se eu puder provar, além de uma margem de dúvida, que 2022 foi manipulado, que 2023 foi manipulado, juntos de outras evidências de anormalidades, poderia fazer com que o Tribunal Desportivo, a polícia e esse corpo legislativo possam tomar ações.

ERROS INTENCIONAIS

- Não são erros na aplicação das regras, percebi que não era uma falha de interpretação. As regras para marcar impedimento, faltas, os jogos que assisti, que afetou o Botafogo indiretamente, tratei de enxergar por uma nova perspectiva.

PALMEIRAS 1 X 0 VASCO

- Descobri que algo errado estava acontecendo em 27/8/2023 (data de Palmeiras 1×0 Vasco), o Botafogo estava com uma grande liderança de pontos, e alguma coisa ocorre naquele jogo que pretendo discutir aqui numa sessão secreta que pensei que não seria possível ocorrer numa divisão de elite do esporte. Os jogos que eu assisti, que afetaram o Botafogo indiretamente, tratei de enxergar de forma diferente, a partir daquele 27 de agosto.

TRANSPARÊNCIA NA ESCOLHA DOS ÁRBITROS

- Vimos a mesma combinação de árbitro de campo e de vídeo, há uma caixa-preta da seleção de árbitros e acredito que a CBF deveria ser mais transparente sobre a forma como os árbitros são escolhidos, como certas duplas de árbitros foram escaladas juntas em mais de 20 jogos.

RELATÓRIOS DA GOOD GAME!

- Só conheci as pessoas da "Good Game!" em 2023 e me confortei em conhecê-los e descobrir que eles eram capazes de detectar que a corrupção estava ocorrendo em tempo real e espero tratar disso numa seção secreta. Esse relatório (segura um documento) de 188 páginas é de apenas um jogo, acredito que poderia ser aceito pela Justiça, é muito detalhado. Estou colocando minha credibilidade à prova, vejo como estou sendo tratado, o mundo está prestando atenção às SAFs no Brasil. Estou sendo processado na Justiça, o presidente da CBF não aceitou meu pedido para me reunir com ele por mais de um ano, eu nunca acusei o Palmeiras de nenhum tipo de irregularidade. Acredito que o Palmeiras poderia ser parte e participar, já que é inocente. Meu foco não é o Palmeiras, não é ninguém. Acredito que a integridade deveria ser respeitada.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade