PUBLICIDADE
Logo do Botafogo

Botafogo

Favoritar Time

Como surgiu a expressão 'Tem coisas que só acontecem com o Botafogo'?

Glorioso fracassou na busca pelo título do Campeonato Brasileiro

5 dez 2023 - 19h06
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Lance!

Foto: Lance!

Com a impossibilidade de lutar pelo título do Campeonato Brasileiro na última rodada, a frase que diz que "tem coisas que só acontecem com o Botafogo" foi resgatada pelos rivais. Isso porque o Alvinegro abriu 13 pontos na liderança em dado momento da competição, mas fracassou e, atualmente, ocupa apenas a 5ª colocação.

A famosa frase é oriunda de uma crônica esportiva publicada na Revista Manchete pelo jornalista Paulo Mendes Campos (1922-1991). No texto intitulado de "O Botafogo e eu", o profissional compara as qualidades e defeitos de sua vida com a do clube da Estrela Solitária em artigo publicado no dia 25 de agosto de 1962, segundo o acervo do Instituto Moreira Salles.

"Há coisas que só acontecem ao Botafogo e a mim". É como o autor começa a escrever o quinto parágrafo de seu texto antes de lembrar de Escurinho, um dos principais jogadores do Fluminense na época e algoz do Alvinegro em determinados momentos da história dos dois clubes.

A histórica frase que saiu das mãos de um botafoguense é ecoada nos tempos atuais, mas pelos torcedores rivais. Mas até mesmo entre os alvinegros que tentam ver um tom de humor nas recentes "tragédias" do clube de General Severiano, que tem feito seus fãs sofrerem nos últimos anos.

Da eliminação inesperada na Sul-Americana de 2007 para o River Plate por 4 a 3 (que os torcedores temem) no placar agregado, passando pelo gol sofrido às 20h59 de um jogo marcado para 21h até duas viradas incríveis sofridas para Palmeiras e Grêmio no Brasileirão 2023. As aleatoriedades também culminaram com as chegadas de Seedorf, Honda e Kalou, mas a recusa de Yaya Touré para vestir a camisa do Glorioso.

Essas são algumas das curiosidades que parecem acontecer somente com o Botafogo. Mas nada como a atual edição do Campeonato Brasileiro, em que o Alvinegro parecia com as duas mãos no troféu, mas corre o risco de não terminar a competição nem no G4. E os rivais aproveitam para tirar sarro.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade