1 evento ao vivo
Logo do BOA EC
Foto: Antonio Cicero/FramePhoto / Gazeta Press

BOA EC

Mogi vence o Boa, quebra longo jejum e deixa a lanterna da Série B

8 set 2015
21h11
  • separator
  • comentários

Já eram nove jogos sem uma vitória sequer na Série B, mas foi na terra do ET de Varginha que o Mogi Mirim mandou o jejum para o espaço. Com um triunfo por 1 a 0 sobre o Boa Esporte, o time paulista deixou a lanterna e ganhou um respiro na competição. Já o clube mineiro chegou a sua quarta derrota consecutiva e caiu para a 18ª colocação, afundando ainda mais na parte de baixo da tabela.

Apesar de ter marcado o gol da vitória do Mogi, o atacante Matheus Ortigoza não foi o nome da partida, mas sim o goleiro Mauro. Com uma atuação inspiradíssima, o arqueiro evitou diversos gols do Boa Esporte, além de defender um pênalti ainda no começo do jogo, em um lance fundamental para o triunfo da equipe paulista.

Na próxima rodada, o Boa terá outro confronto direito na briga contra o rebaixamento, ao enfrentar o Oeste, na sexta-feira, às 20h30 (de Brasília), no estádio Prefeito José Liberatti. No mesmo dia, às 21h30, o Mogi Mirim, embalado pela vitória desta terça, terá um jogo complicadíssimo em casa, no estádio Kleber Andrade, onde terá pela frente o Botafogo, líder da Série B.

O jogo – Aproveitando-se do fator casa, o Boa Esporte quase marcou aos quatro minutos. Clébson fez cruzamento na cabeça de Tadeu, que testou com força para o gol. Mauro amorteceu a bola que, por milagre, chegou a percorrer a linha do gol até que o goleiro fizesse a defesa em definitivo.

No minuto seguinte, Serginho chutou de muito longe, e Fernando Júnior defendeu em dois tempos. Aos 11, Everton Heleno conduziu a bola em direção ao gol, deu uma finta de corpo em seu marcador, mas chutou para fora.

Com 14 minutos, Wendel fez o cruzamento, e a bola bateu na mão de Dieguinho dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Tadeu bateu no canto, e Mauro se esticou todo para fazer a defesa.

Abatido após perder o pênalti, o Boa apareceu no ataque apenas aos 31 minutos. Pirão fez bom cruzamento para Tadeu que, na hora de finalizar, furou. Noite ruim para o centroavante da equipe mineira.

A tática do Mogi de explorar os contra-ataques deu certo aos 34 minutos. Em jogada veloz da equipe paulista, a bola chegou para Serginho que deu um belo drible em seu marcador e arrematou. O chute saiu cruzado, e Matheus Ortigoza, bem posicionado abriu o placar.

Aos 43 minutos, bola alçada na área, e Tadeu escorou para Wendel cabecear. A bola tinha destino certo, porém Mauro, mais uma vez, salvou o Mogi Mirim. Três minutos depois, Tadeu finalizou sem ângulo, e o goleiro do Mogi Mirim fez outra boa defesa, desta vez com os pés.

Em desvantagem no placar, o Boa Esporte voltou a campo no segundo tempo debaixo de muita chuva. Ainda assim, a equipe mineira criou uma boa chance aos três minutos. Pirão cobrou escanteio na área, Gabriel Dias cabeceou, e Tadeu se jogou na bola para finalizar. O desvio, no entanto, foi fraco, e Mauro defendeu com tranquilidade.

Com 12 minutos, Tadeu arriscou de fora da área, sem grandes problemas para Mauro defender. Sete minutos depois, foi a vez de Jarlan soltar o pé de longe, mas novamente a bola parou no goleiro Mauro, em noite inspiradíssima.

Aos 20, Clébson cobrou escanteio na área, e Everton Sena desviou de cabeça, mas a bola acabou passando ao lado do gol do Mogi Mirim. Nove minutos depois, Felipe Alves finalizou, a bola desviou na zaga e foi parar na cabeça de Kleiton Domingues. Sozinho na área, o meia mandou para fora, perdendo a chance do empate.

Só dá Mauro! Felipe Alves chutou de fora da área, aos 33 minutos, e goleiro fez excelente defesa. Dois minutos depois, Gabriel Dias cabeceou quase de dentro da pequena área, e o arqueiro do Mogi Mirim fez defesa milagrosa no reflexo.

FICHA TÉCNICA

BOA ESPORTE 0 X 1 MOGI MIRIM

Local: Estádio Municipal de Varginha-MG

Data: 8 de setembro de 2015 (terça-feira)

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Ranílton Oliveira de Sousa (CBF-MA)

Assistentes: Cícero Romão Batista Silva (CBF-MA) e Carlos André Pereira Sousa (CBF-MA)

Cartões Amarelos: Felipe Alves (Boa Esporte); Dieguinho, Romarinho e Magal (Mogi Mirim)

Gol

Mogi Mirim: Matheus Ortigoza aos 34 minutos do primeiro tempo

BOA ESPORTE: Fernando Júnior; Wendel, Gabriel Dias, Everton Sena e Pirão (Kleiton Domingues); Leonardo, Erick Luís (Jarlan), Léo Baiano e Clébson; Felipe Alves e Tadeu (Marcelo Nicácio)

Técnico: Nedo Xavier

MOGI MIRIM: Mauro; Michel Tiago, Renato Camilo, Paulão (Romarinho) e Dieguinho; Magal, Memo, Henrique Motta e Everton Heleno (Luan); Serginho e Matheus Ortigoza (Júnior Juazeiro)

Técnico: Sérgio Guedes

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade