PUBLICIDADE

Basquete

NBA: Ja Morant aparece em redes sociais com arma de novo e é suspenso pelos Grizzlies

Armador da franquia do Tennessee é visto em live de amigo dois meses após primeira polêmica

14 mai 2023 - 13h31
(atualizado às 15h26)
Compartilhar
Exibir comentários

Ja Morant segue sendo protagonista dos noticiários, mas não pelo seu talento dentro das quadras da NBA. Suspenso da liga, o armador do Memphis Grizzlies apareceu em nova live no sábado, 13, nas redes sociais segurando uma arma de fogo. Esse foi o motivo da NBA afastar o jogador em março deste ano por inicialmente dois jogos e depois por tempo indeterminado. A franquia do Tennessee anunciou que o jogador está suspenso de todas as atividades do grupo.

O novo episódio com o jogador envolve uma live feita por um dos seus amigos em que o jogador aparece e, por instantes, é possível ver que o atleta segura uma arma. É a segunda vez que o armador é visto com uma arma e redes sociais.

Em março, a equipe e a própria NBA já afastaram Maront por dois jogos e depois por tempo indeterminado. O atleta voltou ao time no final da temporada regular da NBA, mas Memphis Grizzlies acabou caindo nos playoffs para o Los Angeles Lakers na primeira rodada. O armador perdeu 14 jogos na temporada por conta da suspensão.

Entenda o caso

Em primeira polêmica com arma de fogo nas redes sociais foi em março deste ano, após derrota do Memphis Grizzlies para o Denver Nuggets por 113 a 97. Algumas horas após o jogo, Ja Morant iniciou uma live em seu Instagram em uma casa noturna. No vídeo, o armador aparece segurando uma arma e sem camisa. A polícia de Glendale confirmou investigação do vídeo.

"Confirmamos que o incidente ocorreu em um bar de Glendale e estamos investigando o assunto. Não vamos dar mais informações sobre as investigações em andamento", comentou a polícia de Glendale, que fica no estado do Colorado. No estado, não é ilegal portar arma de fogo, mas é ilegal portar sob a influência de álcool.

No mesmo dia em que foi suspenso pela franquia, Morant publicou uma nota oficial em que assumia total responsabilidade e pedia desculpas para os companheiros de equipe e para seus familiares.

Na mesma semana, foi noticiado, pelo Washington Post, que Morant foi investigado por dois incidentes em que mostrou uma arma para uma pessoa após um desentendimento. Em um deles, o armador teria mostrado a arma para um garoto de 17 anos que jogava basquete em sua casa.

O caso foi investigado pela polícia do condado de Shelby, local onde aconteceu o ocorrido. Na época, Morant informou que a ação foi em legítima defesa e a investigação acabou por falta de provas.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade