6 eventos ao vivo

Mogi sofre, mas vence Bauru e se garante nas quartas de final do NBB

15 mar 2018
22h01
atualizado às 22h17
  • separator
  • 0
  • comentários

Em jogo único do Novo Basquete Brasil nesta quinta-feira, o Mogi sofreu no Ginásio Panela de Pressão, mas conseguiu a vitória por 76 a 75 contra o Bauru, em confronto direto no G-4. Após começar melhor o jogo, os visitantes viram uma recuperação incrível dos adversários, que chegaram a empatar a partida nos minutos finais. Porém, o Mogi frustou a torcida da casa e marcou os dois decisivos pontos faltando apenas três segundos para o fim do duelo.

Com o resultado, as posições não se alteram. O Mogi fica na quarta colocação, enquanto o Bauru segue em quinto. Assim, o time do técnico Guerrinha confirma o quarto lugar e avança para as quartas de final de forma direta, fechando o G-4 ao lado de Paulistano, Flamengo e Franca.

O cestinha da partida foi do Bauru. Jaú foi o maior pontuador, com 17 pontos anotados, além de liderar também os rebotes, com oito. Pelo lado do Mogi, três jogadores fizeram 14 pontos: Filipin, Larry Taylor e Tyrone, que ainda pegou 10 rebotes e conseguiu o duplo-duplo.

O NBB voltaria apenas no próximo dia 21, justamente com o Bauru, mas o duelo contra o Basquete Cearense foi adiado. Assim, entra em quadra no dia 25 para encarar o Botafogo, em casa.  O Mogi, por sua vez, vai à Argentina disputar o Final Four da Liga das Américas nos dias 24 e 25 de março, quando encara o Regatas Corrientes na primeira semifinal.

O Mogi se mostrou mais sólido no início da partida. Aos poucos, o time visitante foi construindo a vantagem no placar e chegou a abrir oito de frente para o adversário no placar. No final do primeiro quarto, o Bauru subiu de produção e chegou a encostar no marcador, mas o Mogi logo retomou o domínio e conseguiu encerrar a parcial com cinco pontos de vantagem: 20 a 15.

O roteiro se manteve o mesmo no segundo quarto. Os visitantes eram melhores, o que se refletia no placar e no aumento da diferença no marcador, que chegou a ser de 14 pontos. Desta vez, porém, o Bauru não reagiu e nem sequer conseguiu encostar no adversário e foi para o intervalo com o placar de 31 a 45.

Na volta do intervalo, os primeiros sete pontos foram da equipe da casa, que conseguiu, assim, diminuir a diferença no marcador. O Bauru melhorou muito seu desempenho no terceiro quarto e o Mogi não conseguiu barrar a reação dos adversários. No final do período, a diferença que começou em 14 pontos, caiu para três.

O quarto e derradeiro período foi o mais equilibrado. Com a pequena diferença entre os times, o Bauru se mantinha vivo no jogo e tentava virar o placar - chegou a ficar apenas um ponto atrás. Quando o Mogi conseguia aliviar um pouco a pressão, o Bauru logo reagia e não deixava o adversário respirar. Faltando menos de um minutos para o fim da partida, o Bauru empatou o jogo em 74 a 74, levando a torcida à loucura.

O Mogi, porém, logo estragou a alegria com uma cesta de dois pontos de Shamell. Com o cronômetro quase zerado, o Bauru teve a chance de empatar o jogo. Renan sofreu a falta e teve dois lances livres: converteu um, mas desperdiçou o outro, o que decretou a vitória do Mogi por apenas um ponto de diferença.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade