0

Marquinhos fala sobre adeus em clássico contra o Figueirense

15 mar 2019
23h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O Avaí disputa neste domingo o clássico contra o Figueirense, válido pelo Campeonato Catarinense, mas tem um elemento a mais para o elenco se dedicar no embate. Além da maior rivalidade do Estado, a partida será marcada também pela despedida do ídolo avaiano Marquinhos, que completará 400 jogos com a camisa azurra e se aposentará como atleta profissional.

Com 94 gols marcados, sendo o maior artilheiro da Ressacada com 61 feitos no estádio, o camisa 10 avaiano se despede no maior clássico de Santa Catarina, em data escolhida a dedo para que ele saísse dos holofotes no maior palco da sua trajetória.

"É um momento ímpar na minha carreira. Tanto para poder presentear o torcedor avaiano que eu amo tanto, que me fez chegar até aqui e sempre me deram forças nos piores momentos e também presentar os meus amigos figueirenses que podem estar aqui e me ver em campo, mesmo eles torcendo para o time deles e eu defendendo o meu", afirmou o armador.

Sem ter a certeza de que vai começar a partida, Marquinhos deixou claro que a prioridade da equipe deve ser vencer o rival. Sobre iniciar o jogo da despedida no banco ou entre os titulares, o atleta disse que está nas mãos do comandante Geninho.

"Não conversei com o Geninho ainda, se depender de mim quero jogar, sair jogando, mas não foi decidido nada. Eu vou jogar, se depender de mim, quero começar jogando sempre, mas quem decide é o professor", concluiu o maior ídolo recente do clube.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade