PUBLICIDADE

Mecânico da equipe PH Sport morre em acidente durante deslocamento no Dakar

Tragédia no último dia do Dakar 2022. Quentin Lavalée, chefe dos mecânicos da equipe francesa PH Sport, dirigiu um veículo de assistência que se chocou com um caminhão e morreu após acidente

14 jan 2022 10h05
ver comentários
Publicidade
A PH Sport perdeu mecânico em acidente nesta sexta-feira
A PH Sport perdeu mecânico em acidente nesta sexta-feira
Foto: PH Sport / Grande Prêmio

CAIU MICHAEL MASI. E AGORA, HAMILTON CORRE NA F1 2022?

Em meio aos festejos pela definição dos campeões, o Rali Dakar 2022 terminou marcado por um acidente fatal nesta sexta-feira (14). Quentin Lavalée, francês de apenas 20 anos que atuava como chefe dos mecânicos da equipe PH Sport para o Peugeot 205 Africa Raid em ação na disputa da categoria Dakar Classic, chocou o veículo de apoio contra um caminhão local no km 234 da rota de deslocamento entre Bisha e Jedá, na Arábia Saudita, às 11h30, horário local (5h30 de Brasília). Lavalée não resistiu.

O comunicado sobre o acidente foi emitido pela organização do Dakar ainda na manhã desta sexta-feira.

"Nesta manhã, às 11h30, no km 234 da rota de deslocamento, ocorreu um acidente entre um veículo de assistência e um caminhão local, segundo informou a polícia local. Lamentavelmente, o condutor do veículo, Quentin Lavalée, de nacionalidade francesa e membro da equipe PH Sport, morreu em consequência do acidente. Tinha 20 anos", informou a organização da prova.

A PH Sport perdeu mecânico em acidente nesta sexta-feira (Foto: PH Sport)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A ASO, empresa que promove e organiza o maior rali do mundo, informou também que "o passageiro que viajava com ele, Maxime Frère, de nacionalidade belga, ficou ferido e foi transferido consciente para o Hospital Nacional de Jedá, onde está sendo submetido a uma bateria completa de exames".

"Quentin era chefe de mecânicos do veículo Peugeot 205 Turbo 16 de numeral #726 [tripulado pelo piloto Rudy Jacquot e o navegador William Alcaraz, todos franceses], que participou do Dakar Classic. Toda a caravana do Dakar deseja enviar seu mais sincero pesar aos familiares, amigos e entes queridos de Quentin e da equipe PH Sport", concluiu o Dakar em comunicado.

Ao longo da competição, o Dakar 2022 não registrou nenhum acidente fatal. A organização da prova adotou medidas, como redução de velocidade e uso do airbag, para os pilotos da competição de motos em razão das perdas de Paulo Gonçalves e de Edwin Straver em 2020 e de Pierre Cherpin no ano passado.

Em termos de acidentes fatais envolvendo não-competidores, a última morte havia acontecido há seis anos, em Córdoba, quando um motorista argentino perdeu a vida após colidir com o veículo de apoio do piloto Lionel Baud.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade