1 evento ao vivo

Na volta de Sutil, Alonso lidera manhã de treinos em Barcelona

21 fev 2013
10h10
atualizado às 10h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Afastado da F1 desde 2011, Sutil voltou a pilotar Force India</p>
Afastado da F1 desde 2011, Sutil voltou a pilotar Force India
Foto: Getty Images

 

No terceiro dia consecutivo no comando do novo carro da Ferrari, o espanhol Fernando Alonso cravou o melhor tempo da manhã de testes coletivos no circuito de Montmeló, em Barcelona. Com a marca de 1min21s875, o ferrarista fechou na liderança da tabela de tempos, nesta quinta, que marca sua última participação na Catalunha. Os trabalhos foram marcados pelo retorno do alemão Adrian Sutil às pistas.

O segundo melhor tempo foi conquistado pelo alemão Nico Hulkenberg, surpreendente com a Sauber, 0s285 acima do tempo de Alonso. Na terceira colocação, Romain Grosjean manteve a bom desempenho da Lotus, que foi guiada por Kimi Raikkonen nos treinos anteriores.

Com a Mercedes, o alemão Nico Rosberg dedicou a primeira parte dos treinos para fazer testes aerodinâmicos, mas também reservou um bom tempo para as voltas rápidas, quando registrou a marca de 1min22s627, o que lhe rendeu a quarta colocação na tabela.

Já o venezuelano Pastor Maldonado aproveitou para girar o máximo que pode no circuito catalão, completando 79 voltas, bem acima de seus concorrentes. Em sua passagem mais rápida, ele registrou 1min22s675.

O britânico Jenson Button assumiu a Mclaren nesta manhã, mas enfrentou alguns problemas e seu desempenho não foi dos melhores, com apenas o sexto tempo e poucas voltas na pista.

A novidade ficou por conta de Adrian Sutil, terceiro alemão no teste desta quinta, que retornou a Fórmula 1 após guiar pela última vez na categoria em 2011. Em disputa com o francês Jules Bianchi pela vaga de titular na Force India, o alemão anotou o sétimo melhor tempo. Nesta sexta, quem testará o equipamento em Barcelona será Bianchi. Nos dois dias anteriores, o britânico Paul di Resta comandou o veículo.

Sutil ficou à frente do australiano Mark Webber, com a Red Bull, que deu preferencia para testar a consistência do carro, com uma simulação de corrida, que deixou a preocupação com os tempos de lado.

Em nono, apareceu a Toro Rosso de Jean-Éric Vergne. O australiano fechou com 1min23s366, e esteve bem melhor que Max Chilton, que completou a melhor volta com o tempo de 1min26s416. O novato Giedo van der Garde fechou com a pior marca de 1min27s344.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade