PUBLICIDADE

Ferrari detecta problema na Hungria e instala terceiro motor do ano no carro de Sainz

A escuderia de Maranello não ficou satisfeita com a análise feita no motor após os treinos de sexta-feira em Hungaroring e optou por substituir o propulsor para evitar problemas neste fim de semana

31 jul 2021 09h29
ver comentários
Publicidade
Carlos Sainz vai usar o último dos motores na Hungria, mas não terá punição
Carlos Sainz vai usar o último dos motores na Hungria, mas não terá punição
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

Carlos Sainz chegou ao terceiro motor na temporada 2021 da Fórmula 1. A Ferrari optou por substituir a peça na SF21 após ficar insatisfeita com os dados obtidos na análise feita depois dos treinos de sexta-feira (30) em Hungaroring.

Sainz fechou a sexta-feira com o 12º tempo, 1s429 atrás Valtteri Bottas, o líder dos trabalhos. Na análise do carro, porém, a Ferrari não gostou dos parâmetros do motor e optou por enviá-lo a Maranello para uma análise.

Carlos Sainz deixa o box da Ferrari no Hungaroring, palco do GP da Hungria
Carlos Sainz deixa o box da Ferrari no Hungaroring, palco do GP da Hungria
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Assim, a Ferrari teve de colocar o terceiro motor do ano no carro do espanhol. Assim, se precisar de uma nova unidade no restante da temporada, Carlos terá de cumprir punição.

Por conta da troca, a Ferrari precisou quebrar o toque de recolher da Fórmula 1, mas não será punida, já que foi a primeira das duas exceções a que as equipes têm direito.

A classificação do GP da Hungria está marcada para logo mais, a partir de 10h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade