2 eventos ao vivo

Renault "não está desesperada" por novo cliente depois da saída da McLaren

20 out 2019
18h09
  • separator
  • 0
  • comentários

O chefe da Renault, Cyril Abiteboul, disse que “não está desesperado” para fornecer motores a outras equipes depois que seu único cliente McLaren optou por usar os motores da Mercedes novamente a partir de 2021.

Foto: Andrej Isakovic/ AFP
Foto: Andrej Isakovic/ AFP
Foto: F1Mania

O fabricante francês voltou ao esporte como uma equipe de fábrica em 2016 e forneceu motores para Red Bull, Toro Rosso e McLaren.

A equipe baseada em Woking é a mais recente dessas parcerias que começou em 2018, mas a McLaren anunciou que mudaria para a Mercedes em 2021 no mês passado, deixando a Renault sem clientes.

"Conhecemos os arranjos da equipe. Muitos relacionamentos de longa data já existiam quando voltamos ao esporte", disse Abiteboul ao 'Crash.net'.

"Williams, Racing Point, eles são parceiros muito leais à Mercedes. E o mesmo para Haas [com a Ferrari], Red Bull, Toro Rosso e Honda.

“Vamos olhar para oportunidades. Nós não estamos desesperados. Só aproveitaremos uma oportunidade se for uma oportunidade real ou uma possível parceria estratégica”.

Com Mercedes, Ferrari e Honda equipando várias equipes a partir de 2021, Abiteboul admitiu que a Renault pode ser um pouco afetada por não influenciar o controle de outras equipes que também fornecem motores.

“Talvez o problema seja que somos um pouco ingênuos no esporte, mas nunca usamos suprimentos de motores como uma maneira de influenciar o controle sobre as equipes, então isso não muda nada”, acrescentou.

“O número de vezes que vimos a McLaren, a Red Bull ou a Toro Rosso votando de uma maneira completamente diferente do que estamos pensando – isso não mudaria nada.

"Precisamos ver também como a direção (do esporte) está se desenvolvendo. O plano também apresentado está dando menos poder às equipes, então você pode argumentar que, portanto, é importante ter uma massa crítica que você possa influenciar, talvez isso seja algo que a Mercedes esteja considerando.

“Você também pode argumentar que o que vai acontecer é que a FIA e a Fórmula 1 vão controlar a maior parte do esporte, ponto final, então não vamos tentar”.

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F7Z3AHfKGDq1w4mHpHv63M

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – 12º no geral, Felipe Massa comenta os testes da pré-temporada FÓRMULA E 2019/2020 realizado em Valência:

Lucas Di Grassi comenta os testes da pré-temporada 2019/2020 da Fórmula E

EXTREME E revela área da Amazônia, no Brasil, onde acontecerá etapa da categoria:

AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

Dirigimos LAMBORGHINI, MCLAREN e MERCEDES em Las Vegas:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade