7 eventos ao vivo

Calado considera a qualificação como a chave para melhores resultados

12 fev 2020
15h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O piloto da Panasonic Jaguar Racing, James Calado, acredita que fazer melhorias na qualificação resultará em melhores finais de corrida durante sua temporada de estreia na Fórmula E.

Foto: FIA Fórmula E
Foto: FIA Fórmula E
Foto: F1Mania

Calado, que atualmente ocupa o 14º lugar na classificação dos pilotos, alcançou o segundo ponto em sua carreira de piloto na categoria elétrica em Santiago, mas ainda não se qualificou acima de 18º, no grid de 24 carros.

No Chile, sua qualificação foi comprometida por ele superaquecer os pneus do Jaguar, antes de ficar atrás de Daniel Abt e Robin Frijns durante sua tentativa de volta rápida.

O inglês, cujo companheiro de equipe Mitch Evans conquistou a pole em Santiago, classificou a qualificação como sua principal área para se concentrar em uma tentativa de obter melhores resultados nas corridas.

“Passo muito tempo no simulador da Jaguar em Grove, então acho que isso tem ajudado”, disse Calado à e-racing365.

“Em termos de controles e sistemas no volante, procedimentos durante a corrida e leitura dos números de energia, eu achei isso bom".

"O ritmo está presente durante a corrida, mas eu só preciso trabalhar na qualificação. Mitch tem três anos de vantagem sobre mim nesse aspecto, então preciso aprender quais são as mudanças certas, mas tudo está chegando".

"O objetivo é melhorar a qualificação, do meu lado e do lado da equipe. Foi um pouco mal-entendido quando eles me liberaram em Santiago, então, combinando tudo, acho que podemos nos classificar entre os dez primeiros e chegar entre os cinco primeiros".

"Terceiro, quarto ou quinto seria um ótimo resultado no México. O traçado da pista é diferente do ano passado, o que deve ser uma vantagem para mim."

Calado explicou que ficar preso no final do grid de largada da Fórmula E, geralmente compromete a capacidade do piloto de gerenciar suas reservas de energia durante uma corrida.

"Quanto mais alto você estiver no grid, mais rápido será o pessoal e menos energia será usada para fazer essas ultrapassagens. Você economiza mais energia".

“Estou usando energia tentando ultrapassar as pessoas, e adoraria poder usá-la para desempenho e tempo de volta na frente."

Apesar de ter um objetivo claro de trabalhar, Calado acredita que está se adaptando bem às demandas da Fórmula E.

O campeão da FIA World Endurance GT de 2017 não pilotava um carro de roda aberta ou competia em um circuito de rua há seis anos, antes de assinar com a Jaguar, e portanto, precisava se adaptar rapidamente para competir com seus rivais mais experientes da Fórmula E.

“É um processo tão rápido de aprendizado”, disse ele. "Me sinto confortável e espero que a equipe esteja do meu lado e acredite em mim".

“O carro tem um excelente potencial e provavelmente está entre os três primeiros em termos de desempenho, talvez mais na classificação do que na corrida, mas estamos lá ou por aí".

“Sabemos que a DS Techeetah e a BMW são extremamente fortes na corrida, então levará um pouco mais para pegá-los, mas estamos lá em cima".

“Vimos na Arábia Saudita e Santiago que eu posso entrar no grid com bom ritmo, então, se eu puder avançar ainda mais e aplicar o mesmo princípio, estarei perto dos pódios, se não no pódio".

"A equipe está fazendo um bom trabalho ao me ajudar a aprender. Obviamente, ainda há um longo caminho a percorrer em termos de aprendizado, mas estou gostando do campeonato e de estar em um grid competitivo de 24 carros com muitos fabricantes".

“É um bom ambiente para estar e estou ansioso pela Cidade do México”, completou.

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente a DAZN grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F9GwK1YT4yACqHsym6pqu8

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Está no ar o Episódio #1 do Podcast F1Mania Debate. Victor Berto, Gabriel Gavinelli e Leonardo Marson falam sobre o impacto do coronavírus, a chegada da Aston Martin e o futuro da Mercedes na Fórmula 1. Ouça:

Ouça no Spotify – https://f1mania.vc/auV
Ouça no Google Play Music – https://f1mania.vc/auU
Ouça no Deezer – https://f1mania.vc/auX
Ouça no iTunes – https://podcasts.apple.com/us/podcast/f1mania-podcast/id1496336264

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube .Ferrari apresenta o SF1000 para a F1 2020:

MELHORES MOMENTOS | ePRIX DE SANTIAGO 2020:

F1MANIA VISITA HOMENAGENS A AYRTON SENNA EM IMOLA:

Bruno Correia e Victor Berto dão uma volta no circuito do Parque O’Higgins com o SAFETY CAR da Fórmula E:

A experiência inesquecível de pilotar um carro de Fórmula E:

500 MILHAS DE KART GRANJA VIANA 2019 | Melhores Momentos da 23ª edição:

Fórmula 1 faz tributo à Ayrton Senna no Parque do Ibirapuera:

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade