3 eventos ao vivo

Na briga por prata, Brasil deixa bastão cair e é desclassificado no 4x100 m

18 ago 2013
11h29
atualizado em 4/12/2013 às 22h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de conseguir a quebra do recorde sul-americano na semifinal, com a marca de 42s29, a equipe brasileira do revezamento 4x100 m rasos decepcionou na final do Mundial de Atletismo, em Moscou. Brigando pela medalha de prata, o time verde e amarelo deixou o bastão cair na passagem da terceira para a quarta atleta.

A Jamaica ficou com a medalha de ouro, completando a prova no tempo de 41s29. A França ganhou a prata, com a marca de 42s73, e os Estados Unidos conquistaram a medalha de bronze, com 42s75. Os tempos de francesas e americanas foram abaixo do que o Brasil tinha feito na semifinal.

Após uma boa largada de Evelyn Santos e duas excelentes passagens de bastão com Ana Cláudia Lemos e Franciela Krasucki, a equipe brasileira ocupava a segunda colocação, apenas atrás das jamaicanas. Quando Franciela foi passar o bastão para Vanda Gomes, a atleta que fechava o revezamento acabou não segurando o objeto e ele caiu no chão, tirando a equipe brasileira da prova. 

O mais curioso é que Vanda Gomes não participou da semifinal e entrou na prova decisiva substituindo Rosângela Santos, por conta de uma decisão técnica. Após a eliminação, as atletas brasileiras se mostraram muito decepcionadas e evitaram comentários mais polêmicos sobre o erro durante a prova. 

Com a derrota, o Brasil perdeu a última chance de conquistar uma medalha no Mundial de Moscou, saindo da competição sem subir uma vez sequer ao pódio na capital russa.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade