0

Em situação muito mais tranquila do que em outras épocas, Galo recebe o Danúbio em decisão

11 fev 2019
23h59
atualizado em 12/2/2019 às 21h31
  • separator
  • comentários

As mais belas histórias escritas pelo Atlético na Copa Libertadores mostraram grande sofrimento para atingir seu objetivo. Foi assim durante a campanha vitoriosa da equipe mineira no título de 2013, com viradas sensacionais e uma junção de equipe e torcida poucas vezes vista no mundo. Nesta terça-feira, no entanto, às 19h15 (de Brasília), no Independência, contra o Danúbio, o Galo terá mais tranquilidade.

Isso porque gol fora de casa é um fator determinante na também na pré-Libertadores. O Atlético marcou duas vezes na casa de seu adversário, na última terça-feira, no Uruguai, e chega para o duelo em Belo Horizonte gozando de alguma tranquilidade para guiar o jogo até o apito final.

O Galo vai com o que tem de melhor a disposição. No fim de semana, o Atlético entrou em campo com seu time reserva justamente para guardar seus titulares para a decisão diante dos uruguaios.

Existem ainda algumas críticas ao técnico Levir Culpi em relação à escalação do lateral-direito Patric. O atleta falhou em um dos gols na última semana e Guga vem mostrando um bom trabalho na ala direita. Embora a equipe não esteja confirmada, a presença de Guga no último fim de semana dá a entender que Patric vai permanecer entre os principais.

Pelo lado do Danúbio os jogadores estão confiantes com o duelo. O goleiro Federico Cristóforo elogiou a equipe atleticana, mas crê em confronto ainda aberto.

"Pessoalmente, acredito que fiz um bom jogo. Fica um gosto amargo pelos dois gols (sofridos), mas, felizmente, não perdemos e seguimos na luta. A série segue aberta. No Brasil será uma partida difícil, mas teremos que jogar de maneira inteligente", ressaltou ao jornal El País.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO X DANÚBIO

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 12 de fevereiro de 2019 (Terça-feira)

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Patricio Loustau,

Assistentes: Diego Bonfa e Ezequiel Brailovsky

ATLÉTICO - Victor, Patric, Rever, Igor Rabello, Fábio Santos, José Welison, Elias, Cazares, Luan, Chará e Ricardo Oliveira.

Técnico: Levir Culpi.

DANÚBIO - Federico Cristóforo, Sergio Felipe, Renzo Ramírez, Goñi, Leandro Sosa, Denis Olivera, Gonzalo Montes, Pablo Siles, Leandro Onetto, Carlos Grossmüller, Federico Rodríguez.

Técnico: Marcelo Mendez

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade