PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Atlético-MG se alinha aos outros times da Série A sobre volta imediata de público no Brasileirão

O clube mineiro se posicionou oficialmente sobrea reunião que definiu pela volta dos torcedores aos jogos do campeonato. Somente o Flamengo esteve ausente

8 set 2021 17h08
ver comentários
Publicidade

O Atlético-MG se posicionou oficialmente sobre o retorno de público aos estádios nos jogos do Campeonato Brasileiro. Em reunião com os outros clubes da Série A, exceto o Flamengo, que não participou, o Galo se alinhou com as demais equipes para que somente em outubro as partidas tenham presença de torcedores.

O Galo também vai tentar derrubar o pedido do Flamengo em ter torcida imediatamente-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Galo também vai tentar derrubar o pedido do Flamengo em ter torcida imediatamente-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
Foto: Lance!

O time mineiro vai se juntar aos outros times e tentar barrar qualquer movimentação do Flamengo, que se recusa a acatar a orientação da CBF, se baseando na liminar obtida no STJD. O clube carioca diz que não reconhece a CBF como autoridade para permitir ou não público nos jogos.

Com essa posição, o Atlético e mais 18 equipes dizem que irão buscar a anulação da liminar do Rubro Negro, preservando a isonomia do campeonato Confira a nota do Galo abaixo.

O Atlético informa que, na reunião de hoje, organizada pela CBF e que teve a presença de todas as federações que representam times participantes da Série A e também dos próprios clubes (o Flamengo foi o único ausente), para tratar do retorno de público aos estádios no Brasileirão, ficou decidido que:

1) Os jogos poderão voltar a ter torcida a partir da 23a rodada, que acontecerá no início de outubro. Esse acordo está condicionado à permissão das autoridades locais, para que todos os clubes participantes da Série A tenham a mesma prerrogativa. Ou seja, a torcida poderá voltar desde que haja isonomia entre os clubes. Essa decisão foi aprovada de forma unânime: 19 votos a zero (exceto voto do Flamengo);

2) Os clubes entrarão com pedido junto ao STJD para que a liminar obtida pelo Flamengo, que lhe permite ter torcida à revelia da decisão do colegiado de times que compõem a Série A e da CBF, seja apreciada em regime de urgência, pelo Pleno do Tribunal. O intuito é que a liminar seja revogada;

3) Na hipótese de a liminar não ser cassada e de o Flamengo insistir em jogar com torcida, a despeito do acordo estabelecido no item 1 desta nota, a rodada será adiada pela CBF.

Lance!
Publicidade
Publicidade